Todos os olhos do mercado de minério de ferro voltados para o Brasil

A Vale responde por um dos maiores fatores de oscilação do minério de ferro e pode determinar se os preços do ingrediente siderúrgico atingem máximas plurianuais ou recuam novamente. A mineradora informará a produção trimestral após o fechamento do pregão de segunda-feira.


Qualquer coisa significativamente abaixo da estimativa média dos analistas de 72 milhões de toneladas provavelmente será aplaudida pelos touros.

Desde o aumento no ano passado em meio à forte demanda das siderúrgicas chinesas e interrupções no fornecimento relacionadas à pandemia, os futuros de minério de ferro movimentaram-se em uma faixa de negociação de cerca de US$ 145 a US$ 175 a tonelada.

Com os preços de volta ao topo dessa faixa, os traders estarão prestando muita atenção à Vale. Um quarto abundante pode levar os futuros de volta aos patamares mais baixos.

Embora a produção da Vale deva ficar abaixo do quarto trimestre devido a fatores sazonais, estima-se que seja maior do que no mesmo período do ano passado, já que a empresa continua a recuperar a capacidade paralisada após o desastre com a barragem de rejeitos da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), no início de 2019, que levou a fechamentos de operações.

O ramp-up significa que a Vale tem um impacto exagerado sobre os preços em um mercado apertado, especialmente depois que a produção de aço chinesa aumentou em março. Neste ano, a Vale deve responder por 83% do crescimento da oferta global, de acordo com a BloombergNEF.


A combinação de recuperação da produção e preços altos levou os lucros de volta aos níveis do superciclo de uma década atrás. Com a gestão focada nos ativos existentes, em vez de gastar em novos negócios como fez em booms anteriores, a Vale está recompensando os investidores com dividendos e uma recompra de papeis.

Suas ações listadas em São Paulo mais do que dobraram no ano passado, estreitando um desconto de avaliação para os pares Rio Tinto Group e BHP Group, cujas minas australianas estão mais perto da China. A Vale obtém 4,6 vezes o lucro estimado em relação ao índice de 12 vezes da BHP e de 7,8 da Rio Tinto.


As informações são da Bloomberg.

0 comentário