Mineração Caraíba investe R$ 58 milhões na reabertura de mina de cobre na Bahia



A Mineração Caraíba anunciou um investimento de R$ 58 milhões para a reabertura da mina de cobre Surubim, em Curuçá, no norte da Bahia. Segundo a empresa, as operações têm início previsto para janeiro de 2021 e representam um incremento de 10% na produção do mineral no Estado.

O diretor de operações da mineradora, Manoel Valério, afirma que a vida útil da mina é de seis anos, mas que a companhia segue realizando pesquisas minerais na região para encontrar "novos depósitos minerais no subsolo e ampliar a vida útil da operação".

O minério de cobre produzido na mina de Surubim será transportado para a unidade de beneficiamento da mineradora em Juazeiro, também na Bahia.

De acordo com Valério, a reabertura do ativo proporcionará 250 novos postos de trabalho direto. Para preencher essas vagas, o executivo afirma que todos os funcionários que trabalhavam na mina quando ela foi fechada em 2015 foram convidados a retornar aos postos de trabalho.

"Eu fui pessoalmente nas comunidades para falar sobre a reabertura do projeto. Convidamos todos que já trabalharam conosco para retornar. A maioria dos nossos postos de trabalho são de mão de obra local, não só no projeto de Surubim, que estamos retomando, como também nas duas minas subterrâneas que operamos aqui na região", destaca.

Conforme dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) do Estado, o cobre, utilizado para a fabricação de condutores elétricos e em liga metálicas como latão e bronze, responde por 18% da produção mineral baiana comercializada em 2020, ficando atrás apenas do ouro, com 34%.


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.