top of page

Jupiter Gold vai operar mina de quartzito em Diamantina

O depósito de quartzito foi descoberto em 2020; cálculos preliminares indicaram um potencial de 3.9 milhões de toneladas.



A Atlas Lithium Corporation, companhia de exploração mineral focada em lítio e outros metais críticos para bateria necessários para a chamada revolução da energia verde, anunciou que a Jupiter Gold Corporation, na qual a Atlas Lithium detém 24%, recebeu as licenças para iniciar as operações em sua mina de quartzito localizada no município de Diamantina, Minas Gerais.


“A obtenção da Licença de Operação (LO) é um importante avanço para a Jupitar Gold, já que se trata de um importante ativo em nosso portfólio”, disse Marc Fogassa, Chairman e CEO da Atlas Lithium. “Este desenvolvimento é um passo decisivo para o início das atividades de mineração da nossa subsidiária”, acrescentou.


O depósito de quartzito foi descoberto pela equipe de geologia da Jupiter Gold em 2020 e uma campanha de sondagem confirmou a presença de quartzito de alta qualidade, com teor comercial. Os cálculos preliminares indicaram um potencial de 3.9 milhões de toneladas. Segundo informa a empresa, o quartzito comercializado atualmente por outros produtores, no Brasil, alcança preços que vão de US$ 1.800 a US$ 2.000 por metro cúbico.


Em 2021 e 2022, consultores especializados contratados pela Jupiter Gold realizaram todos os estudos ambientais necessários para o pedido de Licença de Operação agora obtido. A Jupiter Gold informa que contratou um engenheiro de minas com vasta experiência em minas de quartzito para supervisionar a operação.


Fonte: Brasil Mineral

0 comentário

Bình luận


bottom of page