Jacobina tem recorde mensal no trimestre

A produção de Jacobina para 2022 deverá aumentar pelo nono ano consecutivo, tendência que deverá continuar nos próximos anos.



A Yamana Gold registrou lucro líquido ajustado de US$ 83,6 milhões no primeiro trimestre de 2022, ante os US$ 68,8 milhões do mesmo trimestre do último ano. Já o lucro líquido atingiu US$ 57,8 milhões em comparação com o lucro líquido de US$ 54,7 milhões de um ano antes. Os fluxos de caixa das atividades operacionais da companhia alcançaran US$ 151,7 milhões e os fluxos de caixa das atividades operacionais antes da variação líquida no capital de giro aumentaram 7,6% ano a ano para US$ 197,3 milhões.


A Yamana produziu 238.617 onças equivalentes de ouro no trimestre, volume estável de acordo com o plano da empresa, apesar de uma menor proporção de ouro para prata. A produção de ouro de 210.533 onças superou o planejado, seguindo os destaques de Jacobina com 47.124 onças, El Peñón com 41.330 onças e Cerro Moro com 25.254 onças. Março foi um mês de destaque para Jacobina, com a mina atingindo recorde mensal de produção e produtividade (17.603 GEO). A produção de Jacobina para 2022 deverá aumentar pelo nono ano consecutivo, tendência que deverá continuar nos próximos anos. A produção de prata de 2.198.669 onças superou o planejado, seguindo o excepcional desempenho de Cerro Moro.


A Canadian Malartic teve um primeiro trimestre forte, produzindo 80.509 onças de acordo com o planejado. Conforme orientado anteriormente, espera-se que a mina tenha menor produção e throughput em 2022, em relação a 2021, otimizando os fluxos de caixa. A companhia continua monitorando o impacto das pressões inflacionárias em sua estrutura de custos e observa que, no primeiro trimestre, o preço de alguns consumíveis, principalmente diesel e bolas de moinho, aumentou, enquanto outros permaneceram relativamente constantes. Além disso, os preços mais altos dos metais básicos tiveram um impacto positivo nos créditos de subprodutos atribuídos ao GEO.


Fonte: Brasil Mineral, assine e tenha acesso a um vasto conteúdo de notícias do setor mineral

0 comentário