top of page

Invest Mining e B3 avançam na implantação de mecanismos para financiar projetos minerais

Participantes discutiram cenário atual e o potencial das empresas que podem vir a ser listadas nesta bolsa.


Em reunião ampliada do Comitê Gestor da Rede Invest Mining mais um passo foi dado para implantar no Brasil uma bolsa de Venture Capital voltada para a mineração. Objetivo é financiar projetos de pesquisa mineral, como ocorre em países como Canadá e Austrália. A validação da estratégia de estruturação está prevista para fevereiro de 2024.

A reunião, ocorrida na última segunda-feira (21/11), contou com a participação das entidades que formam a coordenação da Invest Mining: Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa Mineral e Mineração (ABPM), Agência para o Desenvolvimento e Inovação do Setor Mineral Brasileiro (Adimb), Comissão Brasileira de Recursos e Reservas (CBRR) e Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), representado pelo diretor de Sustentabilidade, Julio Nery; instituições de governo, como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Agência Nacional de Mineração (ANM) e Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM); e também participaram a própria B3, anfitriã, a Genial Investimentos, a Ore Investimentos, e a Fronteira Minerals.

Os participantes discutiram o cenário atual da economia mineral pautada pela transição energética, bem como o contexto do potencial das empresas que podem vir a ser listadas nesta bolsa.

Também foi discutida a elaboração de um guia para listagem de empresas a partir de experiências de outras bolsas como a TSX de Toronto, no Canadá. Para isso, será realizado um mapeamento amplo de empresas potenciais para a listagem de empresas que atendam critérios para capitalização voltada a investidores qualificados, como: empresas com potencial para Dual Listing e empresas com risco geológico superado.

Outro ponto de discussão envolveu aspectos regulatórios de Venture Capital que necessitam maior diálogo com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na sua condição de órgão regulador.

Os participantes reafirmaram a necessidade de se trabalhar pela aprovação do incentivo fiscal à pesquisa mineral. Por fim, o grupo continuará trabalhando na identificação dos gargalos no ecossistema para listagem de Venture Capital visando o aprimoramento da proposta.


Fonte: Revista Mineração & Sustentabilidade.


0 comentário
bottom of page