Ferbasa produz 14% a mais no primeiro semestre



A Ferbasa produziu cerca de 150 mil toneladas de ferroligas no primeiro semestre de 2020, um acréscimo de 14,2% sobre o mesmo período de 2019, com destaque para as Ligas de cromo, que avançaram 26,4%, enquanto as Ligas de silício recuaram 5,4% no mesmo período. Em relação ao primeiro trimestre de 2020 houve um aumento de 7,9% na produção de ligas, destacando-se o crescimento de 21,3% na produção de FeSi HP. O volume de vendas totalizou 131,6 mil toneladas de ferroligas no semestre, 13,5% a mais que o primeiro semestre de 2019. As quantidades vendidas no 2T20 e 1T20 se mantiveram aproximadamente no mesmo patamar e, quando comparado o 2T20 com o 2T19, houve um crescimento de 17,4%. Estes resultados refletem, em todos os períodos, o crescimento nas vendas para o mercado externo, que se contrapõe ao recuo do mercado interno motivado pelo baixo desempenho do setor siderúrgico brasileiro. 

A receita líquida totalizou R$ 772,8 milhões no na primeira metade de 2020, um acréscimo de 14,4% quando comparado ao mesmo semestre de 2019. O resultado é fruto da valorização de 25,5% no dólar médio praticado, o crescimento de 13,5% no volume de vendas e, em sentido contrário, a redução de 20,1% no preço médio, em dólar, dos principais produtos da companhia. A receita líquida no 2T20 cresceu 23,2% com relação ao 1T20 e 30,6% diante do 2T19. Além disso, também merece destaque a receita de R$ 31,2 milhões com as exportações de minério de cromo no 2T20. 

A Ferbasa registrou Ebitda de R$ 200,9 milhões no primeiro semestre, equivalentes a 26,0% de margem EBITDA, sendo R$ 14,0 milhões correspondentes ao parque eólico BWG. O EBITDA do semestre cresceu 23,8% em comparação ao mesmo período de 2019, quando atingiu R$ 162,3 milhões e margem de 24,0%, dos quais R$ 23,6 milhões se referem à BWG. No primeiro semestre de 2020, o CAPEX da Ferbasa somou R$ 22,6 milhões, uma queda de 56,8% na comparação com os seis meses iniciais de 2019. O ajuste atende ao cenário desafiador apresentado em 2020. 

Pandemia

A Ferbasa não registrou interrupções ou alterações relevantes no funcionamento das suas unidades operacionais ou da sua cadeia de suprimentos, produção, vendas e quadro de pessoal em função da pandemia do coronavírus no segundo trimestre de 2020. Entretanto, as incertezas geradas pela COVID-19 fizeram com que a companhia optasse pela postergação da Assembleia Geral Ordinária para 28/07/2020, adotando todas as medidas necessárias à mitigação dos riscos de contágio. 

Comprometida com a preservação da integridade física e mental, bem como a qualidade de vida dos seus colaboradores, a Ferbasa aumentou progressivamente as medidas de prevenção da COVID-19, obedecendo às orientações gerais da Portaria Conjunta nº 20, de 18 de junho de 2020. A companhia contratou uma consultoria especializada em infectologia que reforça e ratifica as ações estabelecidas pelos protocolos médico e sanitário, além de auxiliar na procura por melhores práticas para salvaguardar seus empregados diretos e terceirizados. Até o momento, a Ferbasa não registrou casos graves da doença entre os colaboradores e continua a empreender todos os esforços no sentido de que esse quadro permaneça até o final da crise. 

Adicionalmente, a Ferbasa ampliou o apoio às famílias, com a entrega de mais de três mil cestas básicas a cerca de 50% dos funcionários de todas as unidades operacionais, nos meses de junho e julho. No âmbito social, a companhia manteve o apoio às comunidades de cerca de 20 municípios localizados na área de influência das operações, no intuito de auxiliar na mitigação das mazelas provenientes da pandemia. Além das doações já realizadas pelo Plano de Intervenção Social, direcionadas ao apoio às famílias em situação de vulnerabilidade e aos poderes públicos no combate à COVID-19, totalizadas em R$ 1,5 milhão, os serviços de saúde de Pojuca, Andorinha e Campo Formoso receberam lotes de testes rápidos para ampliação dos procedimentos de controle da saúde dos cidadãos. Do mesmo modo, a Ferbasa deu continuidade aos projetos de Responsabilidade Social focados na geração de renda previstos, esses fundamentais para que a comunidade consiga vencer os desafios impostos pela pandemia. Em suma, todas as medidas são empregadas na proteção das vidas.


Fonte: Brasil Mineral

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.