SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.

Estudos do MPT revelam aumento nos acidentes de trabalho

Os números de acidentes de trabalho de 2018 (623,8 mil registros) são significativamente maiores do que os de 2017 (574 mil registros).

Ao considerar o número médio de empregos com carteira assinada no setor privado nos dois anos, verifica-se que o total de acidentes a cada mil trabalhadores formais cresceu de 17,2 em 2017, para 18,9 em 2018. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, mantido pelo MPT em parceria com a Organização Internacional do Trabalho.

Estima-se um gasto previdenciário de aproximadamente R$ 80 bilhões somente com despesas acidentárias e cerca de 350 milhões de dias de trabalho perdidos.

No mundo, anualmente, acidentes e doenças de trabalho geram uma perda 4% do Produto Interno Bruto. No caso do Brasil, o percentual corresponde a R$ 264 bilhões, considerado o PIB de 2017.

No ranking geral, os estados de São Paulo (37%) e de Minas Gerais (10%) lideram as Comunicações de Acidentes de Trabalho (registros), e os gastos com afastamentos previdenciários são maiores em São Paulo (23 %) e em Santa Catarina (10%).


Fonte - Ministério Público do Trabalho