Equinox relata resultado recorde pelo terceiro trimestre seguido

A Equinox Gold registrou a venda de 128.437 onças de ouro vendidas no terceiro trimestre de 2020. O resultado marca o recorde da métrica pelo terceiro trimestre seguido e representa aumento de 2% em relação às 125.824 onças vendidas nos três meses anteriores. No acumulado do ano, a companhia já registrou vendas de 336.891 onças de ouro.


O volume é pouco menor que as 840.834 onças de ouro produzidas entre janeiro e setembro. No terceiro trimestre, a produção foi de 124.867 onças, redução de 1,69% em relação às 127.016 onças produzidas nos três meses anteriores. Finanças Em comunicado ao mercado, a Equinox informou que a receita do terceiro trimestre foi de US$ 244,5 milhões, valor 166% maior que os US$ 91,9 milhões no mesmo período de 2019. No acumulado do ano, a receita total soma US$ 589,9 milhões, o que representa um crescimento de 262,56% quando comparada com os US$ 162,7 milhões registrados entre janeiro e setembro do ano passado. No terceiro trimestre, a empresa registrou lucro das operações de mina de US$ 97,7 milhões, com um lucro líquido de US$ 11,8 milhões, ou US$ 0,05 por ação, e lucro líquido ajustado de US$ 39,3 milhões (US$ 0,16 por ação) após ajuste para despesas não monetárias. No trimestre, foi registrado Ebitda ajustado de US$ 99,4 milhões. No período, a companhia relatou também custos de caixa C1 de US$ 866/onça custo total de manutenção (Aisc, na sigla em inglês) de US$ 1.035 por onça de ouro vendida. "A Equinox Gold novamente apresentou resultados recorde com mais de 128.000 onças de ouro vendidas, US$ 98 milhões em fluxo de caixa de operações e lucro líquido ajustado de US$ 39 milhões", salientou o diretor-executivo da Equinox, Christian Milau. Ele ressaltou ainda que todas as minas estão atuando dentro da faixa de meta para o ano, com exceção de Los Filos, no México, que teve as operações suspensas por protesto. Segundo Milau, representantes da empresa vêm "se reunindo com a comunidade para entender e discutir suas preocupações e continuar a buscar uma solução de longo prazo para que Los Filos possa retomar as operações normais e continuar a oferecer benefícios a todas as partes interessadas". Ao comentar os resultados do trimestre, o executivo comemorou também a decisão do conselho administrativo da companhia, que autorizou o início da construção total da mina de ouro Santa Luz, na Bahia, conforme anunciado em primeira mão pelo NMB. O projeto, que terá investimento de US$ 103 milhões, tem previsão de iniciar a produção no primeiro trimestre de 2022. "Continuamos entregando nossos projetos de crescimento orgânico, o que trará produção adicional e fluxo de caixa para a empresa. Iniciamos a produção em nossa sétima mina de ouro em outubro com o primeiro derramamento de ouro em Castle Mountain (EUA). Também iniciamos a construção completa do projeto Santa Luz no Brasil, que adicionará 100.000 onças de produção anual de ouro para uma vida útil inicial de 9,5 anos", frisou ele.



Fonte: Notícias de mineração do Brasil

0 comentário

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.