top of page

Equinox Gold celebra Dia Mundial do Meio Ambiente com foco na sustentabilidade

Reaproveitamento da água do processo industrial, apoio à agricultura familiar e projetos de educação ambiental são algumas das ações que a empresa desenvolve nas comunidades do seu entorno.


O compromisso com a preservação ambiental tem se tornado, cada vez mais, uma diretriz corporativa que integra o planejamento estratégico das empresas e das organizações em geral. Afinal, cuidar do planeta é uma obrigação de todos e no Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta segunda-feira (5/6), a atenção se volta para as ações que governos, ONGs e o meio corporativo desenvolvem em todo o mundo. Atenta a essa questão, a Equinox Gold mantém, nas suas quatro unidades em operação no Brasil, diversos projetos de práticas sustentáveis e educação ambiental que estão fazendo a diferença nos municípios e comunidades onde atua.


Localizada no município de Godofredo Viana, no Maranhão, a Mineração Aurizona (MASA) desenvolve vários projetos como campanhas ambientais durante todo o ano, envolvendo os colaboradores e a comunidade local. Uma dessas ações é o Programa Sementes, que tem como objetivo incentivar e disseminar a educação ambiental nas comunidades do seu entorno e abrange crianças do 1º ao 4º ano do ensino fundamental de Godofredo Viana.


O cuidado com a água também faz parte das diretrizes ambientais da unidade. De acordo com a analista de meio ambiente da MASA, Dorizete Brasil de Melo, o Programa de Gestão dos Recursos Hídricos reaproveita a água de chuva acumulada nos reservatórios da mina para umidificação das vias de acesso, visto que a região passa por períodos característicos com metade do ano sem chuvas e a outra metade com intensas precipitações. “A água de rejeito do processo de beneficiamento do minério também é reaproveitada e novamente bombeada para o processo industrial, evitando, assim, o desperdício de um recurso tão valioso para todos”, afirma Dorizete.


Já a Santa Luz Desenvolvimento Mineral (SLDM), localizada no município de Santaluz (BA), lança neste dia 5/6 o 1º Fórum de Meio Ambiente de Santaluz, que tem como foco principal a sensibilização da comunidade para redução do consumo de plástico, tomando como base o tema escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) 2023: Combata a Poluição Plástica.


O evento aberto ao público reuniu a Prefeitura Municipal, o Comitê de Bacias do Rio Itapicuru, o Tribunal de Justiça da Bahia e Companhia Baiana de Pesquisa Mineral em uma ampla discussão sobre os aspectos e impactos relativos ao gerenciamento dos resíduos na região.


‘’Um marco inédito para o município de Santa Luz promover uma reflexão tão profunda nas questões ambientais. Temos uma oportunidade única de integrar ações de educação ambiental entre instituições públicas, privadas e sociedade com foco nos objetivos do desenvolvimento sustentável declarados pelas Nações Unidas (ONU)’’, afirma o gerente de Saúde , Segurança, Meio Ambiente e Comunidades, Leonardo Hellström.


Na oportunidade, foi apresentado o Projeto Jovens Agentes Ambientais, que será desenvolvido nas escolas do município de Santaluz. “Para além da conscientização ambiental, o JAA tem também como foco contribuir para a evolução do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) das escolas participantes. Durante o período do ano letivo, os alunos irão participar de diversas atividades educativas, oficinas, espaços de discussão com temáticas de preservação do meio ambiente, reciclagem, sustentabilidade, cidadania e outros assuntos”, explica a engenheira de Meio Ambiente, Isane Carine de Brito.


A educação ambiental também é o foco das ações de sustentabilidade da Fazenda Brasileiro Desenvolvimento Mineral (FBDM), unidade da Equinox Gold localizada em Barrocas, na Bahia. O programa é executado através de atividades que buscam o compartilhamento de conhecimentos com todos os colaboradores em eventos, como palestras, oficinas, diálogos diários de segurança (DDS), reuniões, ações em datas comemorativas e voluntariado, entre outros. “As temáticas ambientais são utilizadas tanto na área interna da empresa quanto em escolas, comunidades e municípios vizinhos”, afirma o supervisor de meio ambiente da FBDM, José Anselmo.


Segundo ele, a unidade já promoveu, somente em 2023, dez palestras para empregados e alunos das escolas públicas da região abordando temas como: “Água, fonte da vida”; “A ação do homem versus impacto ambiental” e “A importância da correta destinação dos resíduos”.


Apoio à agricultura familiar


Outra unidade da Equinox Gold, a Mineração Riacho dos Machados (MRDM), no Norte de Minas Gerais, atua no fomento às melhores práticas de produção agroextrativista para as comunidades que estão na área de influência direta e indireta da empresa. Uma parte desse programa, que ocorre desde 2021, consiste na aquisição de polpas de frutas da Cooperativa Grande Sertão (CGS), que concentra a produção de pequenos produtores agrícolas da região. As polpas adquiridas são destinadas para o uso nos refeitórios, atendendo diariamente os mais de 800 colaboradores diretos e indiretos.


Soma-se a essa prática o Projeto de Incentivo à Apicultura, que é desenvolvido em parceria com a Associação dos Agricultores Familiares do Município de Riacho dos Machados (AFARMA). Por meio dessa iniciativa, a MRDM fomenta, em áreas de preservação ambiental e de reflorestamento, a produção sustentável de mel por pequenos produtores familiares fornecendo itens necessários para a prática apícola, como equipamentos de proteção individual, e capacitação dos apicultores realizada em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).



Fonte: Conexão Mineral



0 comentário

Comments


bottom of page