Em nota, Equinox Gold se manifesta pela primeira vez sobre o protesto dos garimpeiros

Informa que a operação da Polícia Federal não foi motivada pela empresa.



O Calila notícias vem acompanhado a manifestação de protesto dos garimpeiros de seis municípios do território do sisal desde a noite de quinta-feira, 31/08, e já publicou várias matérias, inclusive esteve presente na manhã de sexta-feira, na cidade de Nordestina onde registrou todo comércio fechado até por volta das 09h20 em apoio aos garimpeiros e em seguida se deslocou até a Mineração Santa Luz, distante cerca de 40 km onde centenas de garimpeiros já ocupavam o acesso ao portão principal da empresa.

Os manifestantes pedem a legalização das atividades nos garimpos e responsabilizam a Equinox pela presença da Polícia Federal que destruiu equipamentos usados no garimpo de maneira que não puderam mais realizar o trabalho e desejam se reunir com a diretoria da empresa para buscar uma solução, garantem que não saem do local onde estão acampados até que haja um acordo, caso contrário, não permitirão a entrada de funcionários.

O CN manteve contato com uma empresa reponsavel pela comunicação da Equinox e foi informado que não tinha mais vinculo, porém gentilmente passou nosso comunicado para a nova Assessoria de Comunicação em Minas Gerais que nos encaminhou via e-mail uma nota que pode ser lida na íntegra:


NOTA


A Equinox Gold, responsável pela Mineração Santa Luz, informa que a fiscalização de atividades garimpeiras, realizada na última terça-feira (30/08), pela Polícia Federal (PF), na região dos municípios de Cansanção e Monte Santo, não foi motivada pela empresa, cuja operação está no município de Santaluz.


A empresa compreende que o protesto possui suas demandas. Contudo, o impedimento ao livre acesso e ao funcionamento das operações prejudica a todos e compromete o estabelecimento de um entendimento comum e respeitoso entre as partes.


A Equinox Gold respeita o papel institucional das agências e dos órgãos de governo dedicados à promoção e fiscalização da mineração. Ressalta-se ainda que a regularização dos garimpos compete a esses órgãos, conforme previsto no arcabouço legal brasileiro.


A empresa mantém, por meio de suas operações, milhares de empregos, contribui significativamente para a arrecadação de impostos e para o desenvolvimento contínuo nas regiões onde atua, além de cumprir com todos os aspectos de controle ambientais, segurança do trabalho e estabilidade das estruturas operacionais.”





Fonte: Calila notícias

0 comentário