Confirmada viabilidade de novo projeto na Bahia

De acordo com o estudo, as reservas de minério somam 5,590 milhões de toneladas de minério com 65.5%Fe.


A Tombador Iron, listada na bolsa australiana, anunciou os resultados do Estudo de Pré-Viabilidade (PFS) de seu projeto de minério de ferro Tombador, no município de Sento Sé, no estado da Bahia, controlado por sua subsidiária Tombador Iron Mineração. Segundo a empresa, o PFS, que foi elaborado pela consultoria GE21, confirma o potencial do projeto para produzir minério de alto teor e gerar forte retorno durante o tempo de vida útil da mina. De acordo com o estudo, as reservas de minério somam 5,590 milhões de toneladas de minério com 65.5%Fe, o que permitiria uma produção de 1.2 milhão t/ano por um período de cinco anos.


Gabriel Oliva, CEO da Tombador Iron, afirmou que “o PFS confirma que temos um grande projeto, capaz de entregar forte retorno financeiro” e que agora o foco da empresa é “incrementar os volumes de vendas nos mercados doméstico e de exportação, para que possamos ter vendas compatíveis com os volumes de produção almejados”, que são baseados exclusivamente em reservas provadas e prováveis. O custo C1 previsto (FOB) é de US$ 56,94. O PFS foi feito com base em um preço do minério de ferro de US$ 100.31/dmt (tonelada métrica seca), permitindo gerar uma receita anual de US$ 39,2 milhões.


O projeto prevê uma mina a céu aberto, com circuitos de britagem e peneiramento. Os investimentos em Capex previstos totalizam US$ 13,1 milhões, sendo US$ 5,7 milhões na fase de pré-produção e US$ 7,4 durante a vida útil da mina.


Fonte: Brasil Mineral, assine e tenha acesso a um vasto conteúdo de notícias do setor mineral

0 comentário