Bamin apresenta projetos FIOL e Porto Sul em evento da Amcham Salvador

Executivo da companhia irá abordar, em evento da Amcham, a necessidade dos projetos em infraestrutura para alavancar os negócios no estado.

A BAMIN, empresa que está construindo um novo corredor de exportação para os setores da mineração e do agronegócio no Brasil, apresenta detalhes dos seus projetos de solução logística integrada durante a 4ª edição do evento Bahia Avança, dia 21 de novembro, em Salvador.

A temática desta quarta edição, que acontecerá no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), está focada na abordagem “Bahia: A potência agro, energética e mineral para o Brasil avançar”.


Durante um dos painéis de exposição, o diretor de operações ferroviárias da BAMIN, Gustavo Cota, irá detalhar de que forma as operações integradas da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) e do Porto Sul, ambos em construção e com previsão final de obras para 2026, têm o potencial de alavancar o agronegócio e a mineração no estado, oferecendo uma alternativa eficiente de escoamento da produção mineral e de grãos, assim como para importação de fertilizantes e insumos.

A injeção de investimentos da BAMIN nos projetos é da ordem de R$ 20 bilhões, recurso que inclui também a operação da Mina Pedra de Ferro, em atividade na cidade baiana de Caetité, com previsão de chegar a 26 milhões de toneladas anuais de minério de ferro quando FIOL e Porto Sul entrarem em operação, em 2026.


A BAMIN é patrocinadora do Bahia Avança e uma empresa associada à Amcham Bahia, entidade que integra organizações brasileiras e internacionais, compondo um painel multissetorial com objetivo de construir um melhor ambiente de negócios, por meio de conexões, impulsionamento da transformação e da capacitação. A 4ª edição do Bahia Avança reunirá especialistas de instâncias públicas, privadas, nacionais e estrangeiras, para diálogos sobre as oportunidades e desafios das principais indústrias que movimentam o PIB da Bahia.


Gustavo Cota- Diretor de operações ferroviárias da BAMIN









Fonte: clickpetroleoegas.com.br

0 comentário