ValOre amplia área do projeto de metais do grupo da platina Pedra Branca, no CE

A ValOre Metals ampliou a área do projeto de metais do grupo da platina Pedra Branca, no Ceará, com a aquisição de 16.000 hectares adjacentes à propriedade original. A aquisição das novas propriedades ocorreu na terceira rodada de oferta de áreas em disponibilidade promovida pela Agência Nacional de Mineração (ANM).


Ao todo a mineradora canadense adquiriu 12 direitos minerários, expandindo em 29% a área do projeto Pedra Branca. A ValOre informou que os ativos somam mais de 50 quilômetros de tendência geológica "subexplorada, não sondada e altamente prospectiva para descoberta" elementos do grupo da platina (PGE).

A empresa afirmou ainda que as aquisições possuem "dados convincentes de trabalhos de exploração históricos, incluindo anomalias de solo não testadas, amostras de alta qualidade e assinaturas geofísicas favoráveis coincidentes", além de "excelente rede de estradas de acesso bem conservadas e fornecimento de energia em todo o terreno expandido".

"O terreno adquirido pela ValOre na licitação ANM de junho de 2021 possui potencial em escala distrital para hospedar vários depósitos PGE significativos e efetivamente assegura a tendência mais inexplorada de geologia prospectiva em Pedra Branca", avaliou o vice-presidente de Exploração da ValOre, Colin Smith.

Segundo o executivo, os planos da empresa são de "avançar rapidamente no desenvolvimento de nosso pipeline de destino com a aquisição de dados espectrais do WorldView, magnetismo e mapeamento geológico regional, prospecção e amostragem" na área.

"A ValOre implementará a metodologia de segmentação comprovada e eficaz que combina WorldView e magnetismo - uma abordagem que levou à descoberta em 2020 do alvo C-04, que retornou até 7,95 gramas por tonelada de paládio + platina + ouro (g/t 2PGE + Au)", observou a companhia em nota.


Fonte: Notícias de mineração do Brasil

0 comentário