Vale vai investir R$ 70 milhões em plano de compensação de Barão de Cocais (MG)

A Vale vai investir R$ 70 milhões no Plano de Compensação e Desenvolvimento de Barão de Cocais (MG), município localizado na área de entorno da barragem Sul Superior, da mina de minério de ferro Gongo Soco. A barragem está em nível 3 de alerta, o de mais alto risco, desde 22 de março de 2019.


A população participou de consulta pública on line organizada pela mineradora e elegeu 36 ações prioritárias para o plano de investimento.

De acordo com a Vale, do valor fixado para o plano, R$ 40 milhões serão aplicados nas propostas da consulta pública e R$ 30 milhões já estão sendo investidos em projetos reivindicados pela população e indicados pela prefeitura.

A consulta pública teve início em maio e envolveu 32 reuniões, até outubro, com o Comitê do Plano de Compensação e Desenvolvimento (formado por representantes da comunidade, do poder público municipal, de instituições de ensino, da associação comercial de Barão de Cocais e da Vale).

As sugestões foram agrupadas nas áreas de educação, saúde, infraestrutura e urbanismo, desenvolvimento econômico, esporte, meio ambiente e cursos d'água, turismo, cultura, segurança pública e assistência social.

Em princípio, poderão receber investimentos até quatro ações por tema, obedecendo a prioridade e o valor disponível por área. Entre as ações escolhidas estão o desassoreamento do rio São João, a reforma da Praça da Lagoa, a reforma da UPA e o repasse mensal para o Hospital Municipal.


"O objetivo é melhorar as condições de vida da população, trazer bem-estar social e fomentar a sustentabilidade econômica local", explica a Vale.

A Zona de Autossalvamento (ZAS) próxima à barragem Sul Superior já havia sido evacuada preventivamente em fevereiro do ano passado. Cerca de 400 pessoas tiveram de deixar suas casas e vivem de aluguel.


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário