Vale vai apoiar inquérito epidemiológico da Covid-19 em Itabira

A prefeitura de Itabira, na região Central de Minas Gerais, pretende fazer um inquérito epidemiológico para avaliar a prevalência da Covid-19 e sua evolução no município. O inquérito, em fase de avaliação, é um projeto da Secretaria de Saúde de Itabira, em parceria com a Universidade Federal de Itajubá (Unifei) e apoio da Vale.


Itabira tem 502 casos confirmados da doença, sendo 64 recuperados, 436 em isolamento social, uma pessoa internada e uma morte.

Na sexta-feira (5), a Justiça do Trabalho restaurou a interdição de um complexo de minas da Vale em Itabira, após um mandado de segurança impetrado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Os procuradores alegaram riscos para funcionários nas minas da Conceição, Cauê e Periquito, após a detecção de uma série de casos de coronavírus nas operações da companhia na região

De acordo com a prefeitura, a amostragem definida no projeto será dividida por faixa etária e sexo por território sanitário. A ideia é testar 1.055 pessoas, que serão definidas por sorteio, a cada 15 dias, por quatro vezes. Serão, ao todo, 4.220 testes rápidos realizados e a duração do inquérito é de dois meses. "O projeto foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) e aguarda sua aprovação, conforme versa a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde", informou a prefeitura.

A pesquisa, segundo a secretaria, pode ser ampliada ou alterada a qualquer momento, de acordo com avaliação dos pesquisadores. O prefeito da cidade, Ronaldo Magalhães (PTB), disse ainda os testes serão feitos em parceria com a Vale. "A empresa já testa os funcionários dela e nós fazemos uma testagem da população. Agora será feita essa parceria com a mineradora. Vamos acelerar estes testes e queremos chegar a 12 a 15 mil testes na cidade", almeja.

Por meio de nota, a Vale informou que a empresa tem aumentado seu apoio a alguns municípios no processo de testagem, como no caso de Itabira, que contará com o apoio da companhia para a realização da testagem em massa.


"A Vale atua em uma atividade considera essencial e continuará fazendo a testagem em massa de seus empregados, sendo coerente com sua política de prevenção e combate ao coronavírus, que se iniciou com a doação de 5 milhões de testes ao Governo Brasileiro. A empresa acredita que o conhecimento e a informação - compartilhada com os órgãos competentes - são fundamentais para vencermos o Covid-19", informou por nota. As informações são de O Tempo.

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.