Vale pagou US$ 5,7 bilhões em tributos e royalties em 2020

Em relatório fiscal divulgado na segunda-feira (31) a Vale informou que pagou US$ 5,7 bilhões (cerca de R$ 26 bilhões) em tributos e royalties em 2020. De acordo com o documento, desse montante US$ 4,9 bilhões foram pagos no Brasil. E aproximadamente 26% do total foi pago por meio de créditos fiscais disponíveis.


A título de tributos incidentes sobre a atividade de mineração, a alíquota média paga pela Vale correspondeu a 3,9% sobre a receita. Em 2020, isso equivale a US$ 871 milhões pagos ao Brasil.

"A grande maioria de nossos tributos e royalties foi paga no Brasil, o que reflete nossa maior presença operacional no país", explica o vice-presidente executivo da companhia, Alex D'Ambrosio.

Segundo a Vale, os US$ 5,7 bilhões fazem parte de uma contribuição econômica total de US$ 28,3 bilhões, que abrange os recursos que também foram pagos a fornecedores, assim como reinvestimentos, dividendos e salários para os funcionários.

De acordo com o relatório, o montante de US$ 28,3 bilhões em contribuição econômica direta da Vale no mundo em 2020 foi assim distribuído: custos operacionais 61,3%; salários e benefícios dos empregados 6,7%; pesquisa e desenvolvimento 1,6%; pagamentos para provedores de capitais 14,5%; pagamentos a governos 12,5%; gastos ambientais 2,15%; despesas sociais 1,38%.

"Temos orgulho de nosso investimento de longo prazo nas comunidades onde operamos. Nos últimos dez anos, contribuímos com mais de US$ 409 bilhões nas jurisdições e regiões onde atuamos", diz a empresa.


Globalmente a Vale pagou US$ 5,7 bilhões de tributos, sendo US$ 4,5 bilhões em tributos próprios e US$ 1,2 bilhões em tributos retidos. Já no Brasil foram R$ 26 bilhões, sendo R$ 21,1 bilhões em tributos próprios, R$ 4,4 bilhões em tributos retidos.

"A Vale está comprometida em integrar a sustentabilidade aos seus negócios, construindo um forte e positivo legado econômico, social e ambiental e mitigando os impactos de suas operações. Os tributos que pagamos representam uma das formas pelas quais abraçamos essa responsabilidade", disse Octavio Bulcão, diretor Tributário Global da Vale.

No documento, a Vale lembrou que em 2020, alocou US$ 115 milhões para combater a pandemia no Brasil e nos locais em que opera. E que utilizou sua estrutura logística na China para comprar e transportar 30 milhões de itens de equipamentos de proteção individual e cinco milhões de kits de teste rápido para o Brasil.


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

Assinem ao NMB e tenha acesso a esse e outros conteúdos exclusivos.

0 comentário