Vale mantém faixa de meta para o ano com perspectiva no limite inferior


A Vale afirmou que, apesar dos impactos causados em suas operações pela Covid-19, manteve inalterada a faixa de meta de produção de 310 milhões a 330 milhões de toneladas em 2020. A empresa ressaltou, porém, que “ a extremidade inferior do guidance é o cenário mais provável” e revisou para baixo a faixa de meta para a produção de pelotas, da estimativa inicial de 35 Mt a 40 Mt para

Para atingir a faixa de meta, a empresa apresentou alguns "marcos". Entre eles está a produção próxima a 200 Mt em 2020 no Sistema Norte, incluindo a produção na Serra Norte próxima ao segundo semestre de 2019, "um sólido desempenho no S11D" e o reinício da Serra Leste.

Outros "marcos" relacionados pela companhia são a retomada da produção na mina de Fazendão, em Mariana (MG), no terceiro trimestre, após paralisação por um semestre inteiro em consequência do esgotamento da frente de lavra licenciada em fevereiro, melhorias operacionais no Complexo de Itabira, também em Minas Gerais, cujas operações foram suspensas pela Justiça do Trabalho por 12 dias por causa dos casos de Covid-19 entre os funcionários.

Já a faixa de meta para produção de pelotas em 2020 foi revisada, segundo a companhia, devido a "ajustes de produção que refletem a disponibilidade de pellet feed" em Itabira, ao adiamento da retomada da planta de pelotização de Vargem Grande para 2021 e à menor demanda do mercado.

A mineradora afirmou que manteve a faixa de meta de minério de ferro para o ano apesar dos impactos do coronavírus e de "desafios enfrentados" no segundo trimestre por causa da melhora operacional, principalmente em junho, com o fim da estação chuvosa. No último mês do trimestre, a produção de minério de ferro da empresa atingiu 25,1 Mt, "o que representa um run-rate trimestral de 75 Mt".

"A Vale permanece no caminho certo para entregar seu guidance de produção de minério de ferro, ao ingressar em um período sazonalmente mais forte com run-rate crescente", afirmou a empresa.


Fonte:Notícias de Mineração

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.