Vale inicia descaracterização da barragem Baixo João Pereira em MG


A Vale deu início ao processo de descaracterização da barragem Baixo João Pereira, localizada na mina Fábrica, em Congonhas, Minas Gerais. As atividades preparatórias para a eliminação da estrutura incluem a ampliação de acessos na área da mina para permitir o tráfego de equipamentos até o local das obras.


O projeto passará por duas etapas. A primeira delas começa ainda em agosto, quando será feita a construção de canais para reduzir o fluxo de água da chuva para o reservatório e a remoção parcial dos sedimentos da barragem.


"Após esse processo, será realizada a remoção total dos sedimentos e do maciço, atividade que irá fazer com que a estrutura perca suas características de barragem a montante", explica a Vale. A previsão da companhia é finalizar essas duas etapas da obra em 2022.


Posteriormente, na mesma região, será construída uma barragem (em etapa única) para contenção de sedimentos provenientes da pilha de estéril Barnabé. Essa estrutura é fundamental para as ações de controle ambiental.


"A barragem Baixo João Pereira possui Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) positiva e seguirá com monitoramento permanente durante todo o período de obras, por meio do Centro de Monitoramento Geotécnico da empresa", afirma a Vale em nota.


Ainda segundo a companhia, também serão adotados controles ambientais, para monitorar as águas superficiais, a qualidade do ar e emissão de ruído. Não estão previstos impactos diretos em comunidades de Congonhas.


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário