top of page

Tucano Gold conclui aquisição da Mina Tucano e produção de ouro será retomada antes do fim do ano

O retorno ocorrerá gradativamente, iniciando com o processamento do minério de baixo teor e depois com a retomada da lavra na cava AB, no início de 2024


Todos os 7 corpos de minério a céu aberto possuem potencial para reservas subterrâneas de alto teor

A Tucano Gold Inc., nova sociedade constituída no Canadá, e a Mina Tucano Ltda. anunciaram a conclusão da aquisição da Mina Tucano e da Tucano Resources Mineração Ltda. Ambas fazem parte do complexo de mineração de ouro em Pedra Branca do Amapari, no Amapá, Brasil. Segundo o comunicado da empresa, a Mina Tucano está totalmente construída, licenciada e pronta para voltar à produção. Foi um longo processo de compra e venda que passou por diversas etapas, incluindo a revisão e apresentação do plano de recuperação judicial, bem como a aprovação majoritária deste plano pelos credores da Mina Tucano, em 15 de setembro de 2023. Nas últimas semanas, foi desenvolvido um plano para a retomada das operações. O gerente de Operações da Mina Tucano, Joter Siqueira, afirma que “esse retorno ocorrerá gradativamente, iniciando com o processamento do minério de baixo teor e depois com a retomada da lavra na cava AB, no início de 2024. Também está em andamento o planejamento para o desenvolvimento de mineração subterrânea no Urucum Norte”. Joter afirma ainda: “Esperamos que a retomada da mineração seja implementada por meio de um plano híbrido no qual parte da frota será própria e parte terceirizada. Isso permitirá custos operacionais mais baixos, equilibrados com menor investimento inicial”. O CFO da Mina Tucano, Julio Carneiro, mencionou: “Temos um cenário muito favorável para a retomada das atividades de mineração na Mina Tucano, incluindo preços mais elevados do ouro e forte apoio da comunidade local, trabalhadores e empreiteiros que estão entusiasmados para voltar ao trabalho”. Jeremy Gray, CEO da Tucano Gold, acrescenta: “Estamos orgulhosos de ter adquirido um ativo de classe mundial e esperamos trazer a Mina Tucano de volta à produção e desbloquear todo o seu potencial. Construir a Mina Tucano hoje com toda a sua incrível infraestrutura custaria pelo menos CAD 500 milhões e anos de trabalho duro”. Jeremy também declarou: “Gostaríamos de agradecer, também, a todos os acionistas da Tucano Gold que tornaram a aquisição possível e trabalharemos duro para garantir que seu investimento cumpra a promessa de uma vantagem substancial”. Destaques do Projeto Tucano: • 1,8 milhão de onças em recurso de ouro; • Instalação de processamento bem conservada de 10.000 toneladas por dia; • Pista de pouso moderna de aeronaves para acampamento de 200 pessoas; • Grande reserva na mina Urucum Norte, subterrânea; • Todos os 7 corpos de minério a céu aberto possuem potencial para reservas subterrâneas de alto teor; • Terreno altamente prospectivo de 2.000 km quadrados na “Guiana Shield”; • Apoio de governos locais, com licenças e autorizações em vigor.


Fonte: Tucano Gold/ Conexão mineral


0 comentário

Comments


bottom of page