Solenidade de abertura da EXPOSIBRAM 2022 é prestigiada por autoridades brasileiras e embaixadores

Diplomatas do Peru, Coreia do Sul, Países Baixos e Irã prestigiaram o evento.


Wilfred Bruijn, presidente do Conselho Diretor do Instituto e CEO da Anglo American no Brasil - crédito: Glenio Campregher



"Sem dúvida, é um palco para que todos nós possamos trocar ideias, compartilhar novos conhecimentos, falarmos em evolução, inovação e transmitirmos experiências que tivemos ao longo desses últimos anos", ressaltou Bruijn. "Esse é o maior encontro da América do Sul voltado para o setor da mineração. Aqui devemos mostrar que é um setor que possui ambições não só econômicas, mas de se tornar cada vez mais importante para a sociedade", disse Jungmann.

O presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) destacou em sua fala que mudanças na legislação brasileira são fundamentais para a mineração. "Nosso futuro passa pela reforma tributária e por uma reforma trabalhista específica. Para se ter uma ideia, hoje as mulheres têm restrições para trabalhar nas minas subterrâneas, algo que, constitucionalmente, não faz nenhum sentido", disse Jungmann.


Diretor-presidente do IBRAM, Raul Jungmann - crédito: Glenio Campregher


A solenidade de abertura contou, ainda, com pronunciamentos em vídeo, do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e do ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida. Ambos agradeceram ao convite para participar do evento, ressaltaram a importância da mineração para a economia do país e elogiaram a EXPOSIBRAM.


Com novos marcos e a consolidação de instrumentos de crédito específicos para o setor mineral, o ministro Adolfo Sachsida afirmou que o compromisso do governo com o setor mineral é dobrar a participação da mineração no PIB em 5 anos, de 2,4% para 4,8%. Ele acrescentou dizendo que a mineração tem boas oportunidades de investimento e expansão. Um exemplo é a agenda global de transição energética. “Não existe transição energética sem mineração. Esse é o grande momento para o Brasil e sua mineração. Não podemos perder essa janela de oportunidade”.


O governador Romeu Zema disse que a mineração é uma das principais atividades econômicas do Estado. “Nosso desafio continua sendo a diversificação econômica a a produção com maior valor agregado, sem descuidar da segurança e da preservação ambiental. Tenho certeza que os empresários e profissionais da mineração estão focados nesses desafios e no crescimento deste setor tão relevante para a economia de Minas e também do Brasil”, afirmou.


A Solenidade de abertura contou com a participação de Carlos França, Ministro das Relações Exteriores, Lilia de Sant’Agostino, secretária adjunta de Geologia, Mineração e Transformação Mineral (SGM) do Ministério de Minas e Energia (MME), Pedro Paulo Dias Mesquita, diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), Carlos Henrique Guedes, assessor Especial do Governo de Minas Gerais e Enlace com Governo Federal, André Prado de Vasconcelos, Desembargador Federal, Jose Fernando Aparecido de Oliveira, prefeito de Conceição do Mato Dentro e presidente da Associação de Municípios Mineradores de Minas Gerais (AMIG), Fernando de Avelar, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Victor Hugo, diretor-geral da Agência Nacional de Mineração (ANM), Marcelo Fonseca, diretor-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) e Guido Roberto Campos Germani, presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral).



Homenagens


A solenidade de abertura abriu espaço especial para homenagens. O setor mineral brasileiro reconhece publicamente o mérito do trabalho desenvolvido pelo geólogo Samir Nahass (in memoriam) e agradece pelos serviços prestados em prol do setor mineral brasileiro. Samir Nahass integrou o primeiro contingente de profissionais contratados pelo Serviço Geológico do Brasil, tendo desempenhado, por mais de 30 anos, diversas funções relevantes para o setor. Desde 2002, compôs a equipe da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, onde contribuiu, sobremaneira, para a trajetória exitosa desta Pasta.


Também foram homenageadas as sócias da Ética Eventos, empresa que esteve envolvida na organização da EXPOSIBRAM durante 30 anos. No último ano, as sócias Cristina Camargos, Vanessa Camisão e Bilica Lemos optaram por encerrar as atividades da empresa e, por isso, não estão trabalhando na edição de 2022. Além dos eventos do IBRAM, a Ética organizou um total de 295 eventos técnico-científicos.


Igualmente importante, a EXPOSIBRAM celebrou a trajetória do ex-presidente do Serviço Geológico do Brasil e engenheiro agrônomo, Esteves Colgano, pela valiosa contribuição em defesa dos legítimos interesses do Setor Mineral Brasileiro.


A EXPOSIBRAM 2022 também destacou a excepcional marca de 30 anos sem acidentes CPT (Com Perda de Tempo), na Mina do Andrade, unidade da ArcelorMittal, localizada em Bela Vista de Minas (MG). É um marco na história da mineração brasileira.


Sobre a EXPOSIBRAM


Considerada o mais relevante evento setorial da mineração na América Latina, a EXPOSIBRAM reúne a cadeia produtiva da mineração, que participa ativamente. As principais companhias mineradoras com atuação global e nacional, fornecedores de máquinas, equipamentos e serviços são parte importante dessa engrenagem econômica. Além disso, representantes de instituições de pesquisa e universidades, delegações empresariais e governamentais de diversas nações, entidades de classe, empresas e autarquias ligadas ao setor público, executivos e especialistas de vários segmentos se reúnem para a discussão de temas relacionados à indústria mineral nacional e internacional, em um só lugar.


Realizado em paralelo à exposição, o Congresso Brasileiro de Mineração atrai a cada edição mais de 1300 participantes entre especialistas, pesquisadores, estudantes e representantes de empresas. A programação conta com palestras, debates, talk shows com temas de contexto político, socioeconômico global, perspectivas para negócios, tecnologia e inovações, meio ambiente, investimentos, entre diversas outras temáticas.


Patrocínios da EXPOSIBRAM


Figuram como patrocinadores do evento o Grupo AIZ (Diamante), Vale (Diamante), Anglo American (Platina), BHP (Platina), AngloGold Ashanti (Ouro), Kinross (Ouro), Nexa (Ouro), Companhia Brasileira de Alumínio - CBA (Prata), Casa dos Ventos (Prata), Mineração Usiminas (Prata), ArcelorMittal (Gestão de Resíduos), Alcoa (Bronze), Appian Capital Brazil (Bronze), BAMIN (Bronze), Cardiesel - Minas Máquinas (Bronze), Gerdau (Bronze), Geocontrole (Bronze), Geosol (Bronze), Mineração Taboca (Bronze), Mosaic Fertilizantes (Bronze), Samarco (Bronze), Sany – Irmen (Bronze), Sigma Mineração (Bronze), Tracbel (Bronze), Walm Engenharia (Bronze), e XCMG (Bronze).


Apoio Institucional


Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia (Abiape), Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM), Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Associação Brasileira de Engenheiros de Minas (ABREMI), Associação Comercial e Empresarial de Minas (ACMinas), Associação Nacional das Entidades de Produtores de Agregados para Construção (Anepac), Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Fundação Dom Cabral (FDC), Federação das Indústrias do Estado …


Fonte: ibram.org.br


0 comentário