top of page

Sigma Lithium embarca primeiras 30 mil t de lítio verde

A companhia começou a gerar receita a partir da Fase 1 e espera produzir 130.000 t em 2023



A Sigma Lithium alcançou com sucesso emissões líquidas zero de carbono com a execução bem-sucedida de sua primeira remessa de 15 mil toneladas de lítio verde Triplo Zero e 15 mil toneladas de subprodutos verdes produzidos no projeto Grota do Cirilo, em Minas Gerais. A companhia começou a gerar receita a partir da Fase 1 e espera produzir aproximadamente 130.000 toneladas de Lítio Verde Triplo Zero no ano civil de 2023, à medida que avança para a produção em escala total da Fase 1. A capacidade total de produção da Fase 2 e 3 é esperada em 2024, posicionando a Sigma como uma das maiores indústrias de lítio do mundo.


O aumento da produção da Fase 1 continua a avançar e atualmente opera com aproximadamente 75% da capacidade. A Sigma Lithium alcançou recuperação máxima de DMS de 60% e está em busca de atingir recuperação máxima de recuperação de 65% no projeto, ao mesmo tempo em que atinge especificações técnicas e pureza e de alta qualidade para o Lítio Verde Triplo Zero, com produção recente de até 6,4% de concentrado de lítio Li2O.


A primeira remessa foi produzida na planta Greentech de última geração de lítio da Sigma, um projeto sem barragem de rejeitos e com 100% deles empilhados a seco, sem a utilização de produtos químicos perigosos para o processamento de lítio. O projeto da Sigma evita a contaminação da água e do solo e contribui para a preservação dos rios e florestas da região. Além disso, devido ao baixo teor de carbono dos produtos da Sigma Lithium, a pegada de carbono após iniciativas de redução e implementação de métodos de produção ambientalmente sustentáveis foi compensada com 59 mil toneladas de créditos de carbono adquiridos da Carbonext (que são verificados por meio da Verra Verified Carbon), fazendo com que a companhia atinja o zero líquido este ano. "Estamos entusiasmados com nossa parceria com a Sigma Lithium." disse a CEO da Carbonext, Janaína Dallan. "Ana Cabral é notoriamente comprometida com a agenda ambiental e socioeconômica da companhia e gostaríamos de parabenizar a Sigma por se engajar na luta contra as mudanças climáticas com a Carbonext”. Como resultado dessas iniciativas, a Sigma Lithium é capaz de entregar a primeira remessa Triple Zero do mundo de concentrado de lítio para bateria com zero produtos químicos perigosos, zero rejeitos e zero carbono líquido. “Fomos fundados com a missão de produzir lítio ambientalmente sustentável com o menor custo possível, emissões zero de gases de efeito estufa e a eliminação de barragens de rejeitos perigosos”, disse Ana Cabral, CEO e co-presidente da Sigma Lithium. “Com a execução bem-sucedida de nossa primeira remessa, comemoramos a realização de nossa missão: fomos capazes de atingir nossa meta de zero líquido bem antes do prazo estimado e antes do setor geral de metais e mineração”. Ana disse ainda que a Sigma Lithium desempenha um papel crítico no combate às mudanças climáticas, particularmente na transição em massa para veículos elétricos. “Nossa planta Greentech de última geração utiliza energia 100% renovável, 100% de água reciclada e 100% de rejeitos empilhados a seco, e é um modelo de sustentabilidade para apoiar totalmente o setor elétrico, a indústria automobilística na redução de sua pegada ambiental. Ao alcançar com sucesso a produção líquida zero de carbono, nós provamos que a mineração pode efetivamente adotar práticas sustentáveis e preparar o caminho para um ambiente mais verde futuro", acrescentou.



Fonte: Brasil Mineral

0 comentário

コメント


bottom of page