Segurança no trabalho: 3 milhões de horas sem acidentes em Santa Luz

O cálculo leva em consideração a soma de todas as horas de trabalho de todas as pessoas que atuaram na fase de construção.




A Santa Luz Desenvolvimento Mineral (SLDM) atingiu a marca de três milhões de horas trabalhadas sem acidentes com afastamento no município de Santa Luz (BA). O cálculo leva em consideração a soma de todas as horas de trabalho de todas as pessoas que atuaram na fase de construção da mineradora, conforme padrão de segurança do trabalho. No pico da obra, cerca de 1,6 mil pessoas trabalharam no projeto, hoje em fase de comissionamento e preparação para o início da operação e produção comercial de ouro.


O gerente de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Relacionamento com a Comunidade (SSMAC) da unidade, Ernesto Machado, diz que o resultado é reflexo de uma gestão eficiente da segurança, com foco em controles operacionais rigorosos e ferramentas preventivas. “É um número muito significativo. Desde julho de 2020, chegamos a uma obra inteira de montagem sem afastamento, porque, aqui, reforçamos o lado positivo. Atuamos com uma forma de fazer segurança do trabalho participativa, proativa – e não reativa ou punitiva – e com foco no comportamento seguro. Tratamos os pequenos eventos para evitar grandes ocorrências”, destaca. A equipe foi parabenizada pelas lideranças nacionais do Grupo e recebeu um brinde simbólico.


Agora, Machado explica que a Mineração Santa Luz inicia um novo ciclo, com o começo da produção comercial de ouro. Assim, está em implantação um outro sistema de gestão de segurança, que irá consolidar a cultura local nesse aspecto e perpetuar os altos indicadores alcançados durante a fase de obras. A SLDM desenvolverá lavra em mina a céu aberto e tem produção anual, em 2022, estimada de 90 mil onças de ouro.


Fonte: Brasil mineral, assine tenha acesso a um vasto conteúdo de notícias do setor mineral

0 comentário