Projetos de mineração somam mais de US$ 26 bi


US$ 26,3 bilhões. Este é o montante de investimentos que estão sendo realizados pelas companhias mineradoras no Brasil até 2023, de acordo com levantamento realizado pela revista Brasil Mineral e detalhado na edição especial “As Maiores Empresas do Setor Mineral”, que acaba de ser publicada. Esse valor inclui projetos planejados, programados, em licenciamento e em implantação nos segmentos de minério de ferro, ouro, cobre, níquel, zinco, bauxita, manganês, fertilizantes, lítio, terras raras e vanádio. 

O segmento que conta com maior número de projetos é o de ouro, que está em alta no mercado internacional, com 14 projetos, seguido pelos de cobre (10 projetos) e minério de ferro (9 projetos). Em valores, no entanto, os principais investimentos serão direcionados para o minério de ferro, com US$ 8,6 bilhões, principalmente devido aos projetos da Bamin e SAM, que abrirão uma nova fronteira de produção de minério de ferro no norte de Minas Gerais e sul da Bahia. Os projetos de cobre somam aproximadamente US$ 2,3 bilhões, enquanto os de ouro devem ter investimentos da ordem de US$ 1,6 bilhão. Confira os detalhes desses projetos em www.brasilmineral.com.br/revista/401


Fonte: Brasil Mineral

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.