Produção de minério de ferro da Vale sobe 31% e atinge 88,7 milhões de toneladas no 3ºtri

Já quando comparado com o mesmo período de 2019, a mineradora teve um aumento de apenas 2,3% em sua produção da commodity


A Vale divulgou o relatório de produção do terceiro trimestre de 2020 na últoma segunda-feira (19), com uma alta de 31,2% na base de comparação trimestral na produção de minério de ferro, para 88,68 milhões de toneladas. Já quando comparado com o mesmo período de 2019, a mineradora teve um aumento de apenas 2,3% em sua produção da commodity. Nos nove primeiros meses de 2020, por sua vez, houve uma queda de 3,5%. Segundo a Vale, foi atingido um recorde de produção, de 58,9 milhões de toneladas em um trimestre, no Sistema Norte, com agosto como o melhor mês, com 19,7 milhões de toneladas. “O desempenho geral dos Sistemas Sul e Sudeste melhorou em todas as unidades operacionais, notadamente no Complexo de Itabira e no site de Timbopeba (operando por um trimestre inteiro, devido à retomada em junho), e com a retomada das operações na mina de Fazendão em julho”, explicou a empresa. Quanto às vendas, a Vale registrou alta de 20,4% no segmento de minério de ferro, na comparação trimestral, chegando a 65,77 milhões de toneladas métricas. Na comparação anual, porém, houve uma queda de 11,2%. Em seu release de divulgação, a mineradora afirmou que está evoluindo com seu plano de estabilização e “entregou uma forte produção de minério de ferro” no terceiro trimestre. “Os negócios de Níquel e Cobre conseguiram recuperar a produtividade para um início robusto no 4T20, após normalizar a rotina de manutenção no trimestre”, explicou a companhia. Por fim, a Vale disse que os resultados foram atingidos por conta do “comprometimento da força de trabalho com os padrões de segurança da empresa e com rígida disciplina operacional, seguindo a implantação contínua do Sistema de Produção Vale (VPS)”. Outros metais A produção de pelotas da Vale subiu 21,1% no terceiro trimestre sobre o período entre abril e junho, atingindo 8,56 milhões de toneladas. Na comparação anual, porém, houve uma queda de 23,1%. De acordo com a mineradora, a melhora sobre o trimestre anterior se deu por conta da “maior disponibilidade de pellet feed, em especial do Complexo de Itabira, e ao melhor desempenho operacional das usinas de pelotização”. Já a produção de cobre atingiu 87,6 mil toneladas entre julho e setembro deste ano, uma leve melhora de 3,7% sobre o trimestre anterior, mas uma queda de 11,2% ante o mesmo período de 2019. A melhora no ano se deu por conta da retomada das operações em Voisey’s Bay, após um período de manutenção no segundo trimestre, além do desempenho mais forte nas operações do Atlântico Sul. Segundo a companhia, as operações na região deverão ter um desempenho mais forte no quarto trimestre, com a redução dos impactos relacionados à Covid-19 nas operações e nas rotinas de manutenção. Fonte: www.infomoney.com.br

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.