Produção de cobre no Chile avança em julho











A produção de cobre no Chile, maior produtor mundial do metal, somou 470.262 toneladas em julho, um aumento de 0,5% ano a ano em meio ao bom desempenho que manteve mesmo com as restrições para conter a pandemia do novo coronavírus, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (31) pelo governo local.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) destaca que, embora a indústria tenha superado as restrições sanitárias com bastante sucesso, algumas empresas foram forçadas a interromper certas operações devido às restrições de pessoal que podiam manter nos locais. O INE disse que, ao consolidar os setores de extração e processamento, registou-se um decréscimo "em consequência de uma menor alimentação e de um baixo teor mineral em importantes empresas do setor". Até julho, a produção caiu 0,8%, para 3,3 milhões de toneladas. Além da estatal Codelco, empresas globais como BHP, Glencore, Anglo American, Freeport McMoRan e Antofagasta operam no país sul-americano.


As informações são da Reuters.


0 comentário