Produção da Vale deve aproximar-se de 320 milhões de toneladas em 2021

Estimativas do Bradesco BBI e do Safra apontam para uma produção da Vale em torno de 320 milhões de toneladas em 2021. O valor está dentro das projeções da empresa de 315-335 milhões de toneladas. Os analistas esperam que a diferença entre o volume produzido e as vendas diminua neste ano.


A produção de minério de ferro da Vale ficou abaixo do esperado no quarto trimestre, mas as vendas da mineradora surpreenderam positivamente - com volume recorde de embarques para a China - e podem provocar revisões nas projeções de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, da sigla em inglês).

Vendas totais de minério de ferro, de 91,3 milhões de toneladas, vieram cerca de 4% acima da projeção do Bradesco BBI. A Vale não reiterou explicitamente sua estimativa de produção de 315-335 milhões de toneladas para este ano, mas o banco projeta produção de 320 milhões de toneladas e vendas de 315 milhões de toneladas. "Lacuna entre produção e vendas deve diminuir em 2021, em meio a uma normalização dos estoques", anotou Thiago Lofiego, do Bradesco BBI. A recomendação é de outperform.

Para Caio Ribeiros, do Credit Suisse, os números não trouxeram grandes surpresas. As vendas ficaram um pouco acima das expectativas do banco, que vê volume de minério de ferro em 325 milhões de toneladas em 2021. "Atingir essa estimativa dependerá da evolução da estação das chuvas e do La Niña nos próximos meses, e de em quanto tempo a Vale poderá consertar o terminal danificado em Ponta da Madeira", disse o analista, que apresentou recomendação de outperform.

Daniel Sasson, do Itaú BBA, considera que as vendas se recuperaram de um desempenho "pouco inspirador" no terceiro trimestre. Segundo ele, o número veio 7% acima da estimativa do banco, impulsionado pela forte demanda chinesa. O analista enxerga algum espaço para alta na estimativa de Ebitda de US$ 9 bilhões no 4T20. Sua recomendação também é de outperform.

Já Conrado Vegner, do Safra, diz que a produção veio em linha, mas as vendas ficaram cerca de 11% acima da projeção do banco, em meio a preços elevados do minério de ferro. Ele espera produção de minério de ferro de 320 milhões de toneladas em 2021. "Previsão parece ‘alcançável' já que a empresa fechou o ano passado com capacidade de produção de 322 milhões de toneladas", disse. A recomendação é de outperform.


A Vale registrou a produção de 300,4 milhões de toneladas de minério de ferro em 2020, volume que representa queda de 0,5% em relação ao ano anterior e no limite inferior da faixa de meta da empresa para o ano, de 300 milhões a 305 milhões de toneladas. No relatório de produção divulgado no fim da tarde de quarta-feira (3), a companhia informou também que encerrou 2020 com 322 Mt de capacidade de produção e espera atingir 350 Mt de capacidade até o fim do ano.

Já as vendas de minério de ferro e pelotas da companhia foram de 91,3 milhões de toneladas no quarto trimestre de 2020. O volume representa aumento de 23% sobre os três meses anteriores. No entanto, no acumulado do ano, as vendas totais de 286 Mt foram 8,5% menores que as registradas em 2019.


As informações são da Bloomberg/ Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.