PF combate extração ilegal de quartzos raros e outros minerais em MG e ES




A Polícia Federal (PF) realizou uma operação para combater o garimpo ilegal de quartzos raros e outros minerais em diversos municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo. Foram cumpridos, na quinta-feira (5), 11 mandados de busca e apreensão em diversas cidades, incluindo Governador Valadares, Pará de Minas e Curvelo, todos em Minas Gerais, além de dois municípios capixabas.

A PF acredita que esse grupo, que trabalhava no garimpo ilegal, negociava essas pedras com compradores de países asiáticos. Existe a suspeita de que eles também vendiam para pessoas de países europeus. A polícia estima que o prejuízo aos cofres públicos causado por essa quadrilha já ultrapasse milhões. Os minerais extraídos de maneira irregular pertencem à União e as transações eram feitas sem pagar nenhum tipo de imposto.

Além das pedras e dos minerais apreendidos em diversas localidades, a PF apreendeu, em Governador Valadares, em um haras de luxo, R$ 270 mil em dinheiro e armas. Duas pessoas foram presas pela posse ilegal dessas armas, mas pagaram fiança e foram liberadas.

"Essa organização criminosa mostrou-se bastante articulada, usando até mesmo de violência para conseguir novas áreas de extração em municípios próximos de Valadares. Ou seja, identificada uma área em que um terceiro começava a explorar, eles usavam de violência para expulsar essas pessoas e tomarem aquelas jazidas para fazerem a extração irregular", afirma o delegado da delegacia de investigação e combate ao crime organizado da Polícia Federal de Minas Gerais, Carlos Henrique D'Ângelo.

As investigações da operação denominada de Nômades continuam e outras pessoas podem ser presas. As informações são da Globo Minas.

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.