Pandemia faz ANM adiar concurso para profissionais de barragens



A Agência Nacional de Mineração (ANM) adiou a data das provas objetivas e discursivas do concurso público para contratar profissionais de segurança de barragens. O certame estava previsto para o próximo dia 21 de março, mas, por conta das medidas restritivas em decorrência da pandemia de Covid-19, a previsão é que as provas sejam realizadas em 16 de maio.

A sugestão da alteração do cronograma foi proposta pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), banca examinadora do processo, diante do lockdown em algumas capitais brasileiras.

"Tendo em vista a eventual impossibilidade de aplicação das provas nas capitais/estados de Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Cuiabá/MT, Distrito Federal e São Paulo/SP, locais de provas estipulados no edital de abertura do processo seletivo, em razão do agravamento gradual da pandemia que vem acontecendo, resta impossibilitada, por motivo de força maior, a manutenção da aplicação das provas, sendo necessária a sua imediata suspensão, inclusive em respeito aos candidatos inscritos, que já devem estar adotando providências de viagem e hospedagem para a realização do concurso", explicou a banca.

A decisão da ANM diz ainda que na data provável de 6 de maio de 2021 será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na página do Cebraspe o edital que informará os locais e horários de realização das provas objetivas e da prova discursiva.

O processo seletivo simplificado será aplicado para a contratação, por tempo determinado, de 40 profissionais para o desempenho de atividades técnicas de complexidade gerencial e de Engenharia Sênior na área de segurança de barragens.

Das 40 vagas disponíveis, 10 têm lotação de trabalho na capital federal, as outras vagas são para Belo Horizonte (17), Belém (8), São Paulo (2) e Cuiabá (2). O prazo de duração dos contratos será de, no máximo, quatro anos.


Fonte: Notícia de Mineração do Brasil

0 comentário