Ouro: mais US$ 17,8 milhões para projeto em Itaituba

Recursos serão utilizados pela GMIN para o desenvolvimento do projeto de ouro Tocantinzinho, com previsão de início da produção no segundo semestre de 2024.



A G Mining Ventures anuncia que concluiu a segunda e última etapa do financiamento anunciado em 18 de julho de 2022. Nas duas etapas, a companhia emitiu um total de pouco mais de 189 milhões de ações ordinárias a C$ 0.80 por ação, somando um valor de 151,3 milhões de dólares canadenses ou US$ 116,3 milhões. Todos os recursos serão utilizados para o desenvolvimento e construção do projeto de ouro Tocantinzinho, totalmente controlado pela empresa no estado do Pará.


Nos termos da segunda etapa, a companhia emitiu pouco mais de 29 milhões de ações ordinárias, ao preço de C$ 0.80 por ação para a La Mancha Investments, no valor bruto de 23,2 milhões de dólares canadenses (US$ 17,8 milhões). As ações da segunda etapa do financiamento não podem ser negociadas até 8 de janeiro de 2023, de acordo com as leis canadenses. A La Mancha adquiriu essas ações com finalidade apenas de investimento. No futuro, ela poderá aumentar seus investimentos na GMIN através de transações no mercado, acordos privados ou outros meios.


O fechamento da primeira etapa do financiamento aconteceu em 22 de julho de 2022, quando a GMIN emitiu cerca de 160 milhões de ações ordinárias ao preço de C$ 0.80 por ação, no valor de 128,1 milhões de dólares canadenses (US$ 98.5 milhões). Após o fechamento da primeira etapa e antes do fechamento da segunda, a La Mancha detinha pouco mais de 82 milhões de ações da GMIN, o que representa aproximadamente 19.8% do total de ações da companhia. Após o fechamento da segunda etapa, a La Mancha detém 111,8 milhões de ações ordinárias da GMIN, equivalente a 25,0% do total de ações, enquanto a Eldorado Gold Corporation e a Franco Nevada Corporation detêm, respectivamente, 17.7% e 9.9%. Os membros da família Gignac, juntamente com os diretores e gerentes da GMIN, coletivamente possuem 7.8% das ações ordinárias.



Fonte: Brasil Mineral

0 comentário