Operação apreende R$ 20 milhões em cargas de ferro e aço roubadas em Goiás

Um empresário milionário, suspeito de construir fortuna comercializando carga roubada de ferro e aço, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (24), em Aparecida de Goiânia (GO). Após seis meses de investigação, a operação Fogo Amigo, da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), apreendeu mais de R$ 20 milhões em cargas de aço e ferragens no município.


A prisão e as apreensões foram feitas em um galpão que pertence ao empresário. No local, foram encontrados ainda três carros de luxo e dois caminhões. O suspeito já é considerado pela polícia o maior receptador desse tipo de carga, em Goiás. Ele é investigado por integrar organização criminosa e responderá também por lavagem de dinheiro.

A polícia começou a apurar o caso depois de verificar o aumento de furtos e roubos de cargas de aço que saíam do Maranhão, Minas Gerais e do Pará. A investigação constatou que uma organização criminosa utilizava um aplicativo o Fretebrás e outras plataformas para realizar negócios envolvendo transporte de ferro e aço.

Segundo a investigação, os motoristas ligados ao grupo, após carregarem os caminhões com as cargas nos locais de origem, desviavam a rota estabelecida e entregavam o produto aos receptadores já pré-determinados. Desse grupo, faziam parte empresários do ramo, com sede comercial em Goiás.

Estrutura

A polícia acredita que conseguiu desmantelar a estrutura da organização criminosa. Mais de 15 motoristas integrantes do esquema foram identificados, assim como algumas das vítimas que tiveram a carga roubada. O material recuperado, segundo a polícia, será devolvido aos proprietários.


A operação contou com a participação da Secretaria da Economia de Goiás, que detectou crimes tributários cometidos pelo empresário, que recebeu multas que ultrapassam R$ 2 milhões.

Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário