Nexa registra maior Ebitda de sua história no segundo trimestre

A Nexa Resources registrou forte desempenho em todas as métricas entre abril e junho passados, inclusive com o maior Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) trimestral de sua história. A companhia relatou também crescimento na produção de minérios, na receita e no lucro, que reverteu prejuízo em igual período do ano passado.


De acordo com a empresa, o Ebitda ajustado no segundo trimestre de 2021 foi de US$ 233 milhões, um crescimento de 482,5% na comparação com os US$ 40 milhões registrados no mesmo período de 2020. A Nexa relatou também uma receita líquida consolidada de US$ 686 milhões entre abril e junho, aumento de 104% na comparação anual. O incremento, segundo a mineradora, foi impulsionado por "maiores volumes de vendas e alta dos preços dos metais no mercado internacional". "A expressiva variação percentual entre os períodos também se justifica pelo impacto das medidas restritivas relacionadas à Covid-19 nas operações da Nexa no Peru no segundo trimestre de 2020, e pela redução da taxa de utilização da unidade de Juiz de Fora (MG) no mesmo período do ano passado", observou a empresa em nota. Já o lucro líquido da companhia totalizou US$ 122 milhões no segundo trimestre do atual calendário, revertendo um prejuízo de US$ 56 milhões registrado pela companhia nos mesmos três meses de 2020. A companhia avalia que o resultado também teve contribuição do programa Jeito Nexa, implantado em 2019 com foco no aprimoramento do portfólio de negócios e transformação cultural. A Nexa estima um impacto de US$ 110 milhões no Ebitda da empresa desde sua implantação. "Além disso, no segundo semestre do ano passado, foi identificada a oportunidade de implementar mais uma frente de trabalho do Jeito Nexa, a qual, até junho deste ano, gerou um impacto anualizado no Ebitda de US$ 57 milhões", disse a empresa. Produção A produção 82 mil toneladas de zinco no segundo trimestre de 2021 representou uma evolução de 31% frente ao mesmo período de 2020, enquanto a produção de cobre atingiu 7 mil toneladas, aumento de 46% em relação ao segundo trimestre do ano passado. A produção de chumbo teve alta de 150% na comparação anual, chegando a 12 mil toneladas frente às 5 mil toneladas produzidas entre abril e junho do ano passado. Já a venda de metais somou 157 mil toneladas, uma elevação de 31%. "Entregamos, com segurança, mais um trimestre de fortes resultados e sólido desempenho operacional", comemorou o diretor-executivo da Nexa, Tito Martins. "Também estamos próximos de concluir nosso primeiro projeto greenfield, em Aripuanã, que será a nossa sexta mina em operação", afirmou ele, referindo-se ao projeto de zinco no Mato Grosso cuja conclusão das obras está prevista para o quarto trimestre deste ano. Martins frisou ainda que as operações de mineração e metalurgia da empresa "estão operando com altas taxas de utilização". "Olhando para frente, prevemos que a demanda por nossos produtos também seguirá se recuperando à medida que a economia global evolua", completou, acrescentando ainda que "todos os protocolos para mitigar a Covid-19 em nossas operações, projetos e comunidades permanecem em vigor e acreditamos que têm sido eficazes". A empresa investiu US$ 4,8 milhões no trimestre em ações de prevenção. ESG A Nexa afirmou que está "revendo suas iniciativas e aprimorando" sua estratégia ESG (Ambiental, Social e Governança) para aprimorar a proteção do meio ambiente, a saúde e segurança dos colaboradores e prestadores de serviço e o desenvolvimento das comunidades A companhia destacou que, no segundo trimestre, houve "evolução do programa de pluralidade da empresa", citando a adesão, em junho, aos dez compromissos do Fórum de Empresas e Direitos LGBTQIA+, que reúne empresas comprometidas com a inclusão e os direitos humanos. "Além disso, para promover a igualdade de gênero no negócio de mineração foi fechada uma parceria com a Artemis, empresa canadense fundada por um coletivo de mulheres empresárias. O trabalho está sendo realizado em colaboração com a plataforma de inovação da Nexa, o Mining Lab", afirmou a mineradora. Em Aripuanã, a Nexa está apoiando iniciativas da gestão pública local, como a reforma e o aprimoramento da estação de tratamento de água da cidade e a ampliação do aeródromo. A empresa citou também ações para reduzir emissões de gases do efeito estufa, além do trabalho para diminuir os volumes de resíduos gerados e transformá-los em produtos secundários.



Fonte: Notícias de Mineração do Brasil



0 comentário