top of page

MPP Mineração busca expandir produção no MS e mira mercado europeu


Com objetivo de ampliar sua produção de minério de ferro e também extrair minério de manganês no Mato Grosso do Sul, a Mineração Pirâmide Participações (MPP) anunciou o investimento de R$ 50 milhões na unidade em Corumbá. De acordo com o presidente do conselho da empresa, Robert Patrick Panero, o foco da exportação do minério de ferro é o mercado europeu e a expectativa deste ano é finalizar com uma produção de 700 mil toneladas, alcançando a partir de 2024 em torno de 2 milhões de toneladas.

A notícia partiu após reunião com o governador Eduardo Riedel, em setembro, quando diretores da empresa anunciaram o investimento e a previsão de gerar mais de 230 empregos. A empresa iniciou a abertura de galerias para a extração de manganês, mineral estratégico para a transição energética do Brasil e do mundo. Todo o minério de ferro extraído será exportado para os Estados Unidos, Europa e Ásia.

Mais investimentos em Corumbá (MS)

Quem também vai investir no município mato-grossense é a mineradora MCR, do grupo J&F, que vai aumentar seu volume de produção de minério de ferro no Mato Grosso do Sul, devendo passar das atuais 4,5 milhões t, para até 8 milhões de toneladas, até o final de 2023, e para 12 milhões de toneladas no próximo ano.

Segundo o coordenador da Mineração da Semadesc e Presidente do CETER-MS (Conselho Estadual do Trabalho do MS), Eduardo Pereira, a MCR Mineração tinha 600 funcionários e já contratou mais 1.000 trabalhadores este ano, enquanto a MPP Mineração contratou mais 250 trabalhadores nas mais diversas áreas. Até o final de 2024, deverão ser mais 1.200 vagas diretas abertas.As duas empresas desenvolvem, nos municípios de Corumbá e Ladário, no Mato Grosso do Sul, projetos de modernização das plantas de filtragens.




Fonte: Revista Minérios & Minerales

0 comentário

Comments


bottom of page