top of page

Minas retoma liderança na produção de minério no Brasil, apesar da queda no faturamento do setor




O setor de mineração no Brasil registrou queda brusca na produção e no faturamento em 2022 em comparação com 2021. Porém, mesmo diante do cenário ruim, Minas Gerais conseguiu desempenho melhor que os outros estados mineradores e reassumiu a liderança no setor de extração mineral no país. Dados divulgados nesta terça-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) revelam que o setor apresentou queda geral de 12% no ano passado.


As empresas mineradoras de Minas tiveram um faturamento de R$ 100 bilhões em 2022. O resultado foi 30% menor do que o de 2021, porém o suficiente para ultrapassar o Pará, que liderava o ranking de produção mineral em 2021, mas viu o faturamento desabar 37% no ano passado, alcançando R$ 92 bilhões.


As cidades mineiras continuam figurando entre as maiores produtoras de minério do país. Entre os 15 municípios com maior lucro em 2022, 12 estão em nosso Estado, com destaque para Conceição do Mato Dentro, na região Central.


Com a maior produção e faturamento, Minas liderou também a geração de impostos da mineração. Só de Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM), benefício pago aos municípios onde há extração mineral, foram recolhidos mais de R$ 3,1 bilhões.



Motivos da queda


Segundo o Ibram, a principal razão para a queda do setor mineral no país é a baixa demanda da China. Porém, segundo Raul Jungmann, presidente do instituto, a expectativa é que haja ampliação da demanda e um resultado em 2023 muito próximo ao alcançado no último ano.



Fonte: Site Hojeemdia.com.br

0 comentário
bottom of page