top of page

Itabela, no sul da Bahia, receberá mineradora canadense

A grafita responde por quase 53,8% da demanda mineral em baterias, mais do que qualquer outro, utilizado como ânodo.


A South Star Battery Metals Corp., listada na TSX em Toronto como STS, anunciou que recebeu a licença de construção para a Mina de Santa Cruz, no município de Itabela, em 15 de setembro de 2022, para exploração de grafita.


Além disso, a South Star realizou reuniões com a agência de desenvolvimento do Estado da Bahia, a confederação industrial da Bahia, bem como representantes das instalações portuárias de Salvador, Bahia.


O Projeto Santa Cruz está sendo desenvolvido em uma abordagem faseada. As operações da fase 1 para as operações da planta piloto de 5.000 tpa estão totalmente licenciadas, e a produção comercial prevista para o segundo trimestre de 2023. As operações da fase 2 representarão uma planta de concentração de maior escala atualmente planejada para produzir entre 25.000 e 30.000 tpa de concentrado. O dimensionamento da planta da Fase 2 pode ser aumentado dependendo do sucesso das operações da Fase 1, do desenvolvimento das relações comerciais e das condições de mercado.


Richard Pearce, CEO da South Star, disse: “A licença de construção municipal foi a aprovação final que precisávamos para o início da construção da Fase 1, e estamos satisfeitos por ter alcançado este importante marco. Mais uma vez, gostaríamos de agradecer ao prefeito de Itabela e sua equipe pelo apoio contínuo ao South Star. Estamos ansiosos para trabalhar de perto com eles durante a construção e o início da produção comercial no quarto trimestre de 2023.”



Pearce continuou: “Também tivemos reuniões positivas com as agências industriais e de desenvolvimento do Estado da Bahia, bem como representantes das principais instalações portuárias de Salvador. Apresentamos detalhes adicionais sobre Santa Cruz e nosso crescimento planejado através da Fase 2 (25.000 tpa de concentrados) e Fase 3 (50.000 tpa de concentrados). Santa Cruz será a primeira grande instalação industrial do município e uma das maiores da região à medida que escalamos nossas operações. O Estado da Bahia tem uma longa história de desenvolvimento e operações bem-sucedidas de recursos minerais, e temos o privilégio de operar em um estado com fortes laços com o setor. As instalações portuárias em Salvador são de classe mundial e são uma das várias alternativas excelentes para exportar nosso produto para o mundo. Santa Cruz possui uma infraestrutura existente inigualável para suportar nossas expansões planejadas. A infraestrutura e instalações existentes são fatores significativos que contribuem para nossa baixa intensidade de capital, bem como para nossos custos operacionais projetados para o primeiro quartil. Esperamos ser a primeira nova produção de grafita nas Américas em décadas. Agradecemos imensamente a participação de todos os representantes e de nossa equipe nessas reuniões produtivas e no apoio à South Star.”


A South Star é uma empresa canadense e desenvolve projetos de metais para baterias focada na aquisição seletiva e desenvolvimento de projetos de produção de curto prazo nas Américas. O Projeto de Grafita Santa Cruz da South Star, é o primeiro de uma série de projetos de metais industriais e de baterias que serão colocados em produção. O Brasil é a segunda maior região produtora de grafita do mundo, depois da China, com mais de 80 anos de mineração contínua. Santa Cruz tem mineralização na superfície em materiais friáveis, e testes bem-sucedidos de planta piloto em larga escala (> 30t) foram concluídos.



Fonte: Brasil mineral, assine e tenha acesso a um vasto conteúdo de notícias do setor mineral

0 comentário

Comments


bottom of page