Hydro Paragominas é primeira mineradora certificada por gestão de ativos

É a primeira mineradora brasileira a obter essa certificação, passando a constar na lista do Comitê Técnico de Membros da ISO.




A Hydro Paragominas conquistou, em 2022, a certificação ISO 55001, que avalia especificamente os sistemas de gestão de ativos (atividades financeiras, de operação, de manutenção, de gerenciamento de risco, entre outras). É a primeira mineradora brasileira a obter essa certificação, passando a constar na lista do Comitê Técnico de Membros da ISO. “A norma preconiza que possamos tratar e dar o mesmo grau de importância para todos os ativos. A certificação é um reconhecimento de que o negócio atua com governança, transparência e sustentabilidade. Significa que atendemos às exigências legais e regulamentações nacionais e internacionais, além de demonstrar o comprometimento com a melhoria contínua do sistema”, declara José Fernando Andrade, diretor industrial interino da Hydro Paragominas.


A Hydro desenvolve desde 2017 um plano de ação onde engaja todas as áreas de operação e gestão. Em 2019, a empresa já apresentava esta experiência no 34º Congresso Brasileiro de Manutenção de Gestão de Ativos, sendo reconhecida pelo mercado pela implementação da gestão de ativos segundo os requisitos da ISO 55001.


A Hydro Paragominas é certificada também pelo Aluminum Stewardship Initiative (ASI), que reconhece a operação da mina em acordo aos padrões internacionais de primeira classe em governança, política e gestão, transparência, meio ambiente e biodiversidade, questões sociais e direitos trabalhistas, entre outros requisitos. Obtida em junho de 2019, a ASI é um marco importante para a empresa, pois destaca o compromisso e esforços da Hydro Paragominas para produzir matérias-primas de alumínio de acordo com os mais altos padrões industriais de responsabilidade e sustentabilidade, e para entregar produtos certificados aos clientes e a toda cadeia de valor do alumínio.




Fonte: Brasil Mineral, assine e tenha acesso a vasto conteúdo de notícias do setor mineral



0 comentário