top of page

Horizonte Minerals apresenta o Projeto Araguaia Níquel na Exposibram por meio de realidade virtual

Empresa participa do Congresso, com minicurso sobre Recursos Humanos para Mineração


A Horizonte Minerals – empresa com ações na bolsa de Londres e do Canadá e atuação no Pará – participa, pela terceira vez, da Exposibram, um dos mais relevantes eventos de mineração da América Latina. A empresa está construindo o Projeto Araguaia, maior investimento greenfield em níquel no Brasil, no município de Conceição do Araguaia, no sudeste paraense, e também é proprietária do Projeto Vermelho, de níquel e cobalto, em Canaã dos Carajás, em fase de estudo de viabilidade. A mineradora contará com um estande na feira para receber profissionais do setor de mineração, estudantes, fornecedores, representantes de órgãos governamentais e o público em geral. Os visitantes terão a oportunidade de conhecer, em detalhes, o Projeto Araguaia Níquel por meio de realidade virtual, em parceria com a Draft Solutions. “Participar da Exposibram é de extrema relevância, uma vez que o evento é uma grande vitrine para o setor de mineração", afirma Leonardo Vianna, diretor do Projeto Araguaia. “Temos a oportunidade de debater ideias e trocar experiências com um público altamente qualificado e mostrar a importância dos nossos projetos, que irão alavancar a produção do níquel no país, metal fundamental para a transição energética, além de promover desenvolvimento econômico e social no sudeste do Pará”, explica o executivo. A empresa participa também do Congresso Brasileiro de Mineração, que acontece em paralelo à exposição. No dia 29/8, o diretor de Pessoas, Rinaldo Dantas, será um dos palestrantes do minicurso Recursos Humanos para Mineração – Formação e Retenção. Moderado por Junior Lopes, presidente executivo da ABRH/PA, o painel contará com as participações de executivos da IEL/PA; SENAI/PA; FIEPA. IBRAM e Centaurus Níquel, que vão abordar a atuação das áreas de recursos humanos sobre as diversas formações e qualificações e ofertas de cursos no setor. “Desde o início do Projeto Araguaia, a Horizonte já formou, em parceria com o SENAI, mais de 430 profissionais de um total de 488 capacitações previstas para conclusão nos próximos meses. Atualmente, entre as pessoas mobilizadas no Projeto, 43% são paraenses e 37% são de Conceição do Araguaia, onde estamos construindo o Projeto”, afirma Rinaldo Dantas. A Empresa também investe em Programas de Desenvolvimento de Fornecedores, em parceria com a FIEPA, com o objetivo de fornecer conhecimento e ferramentas de gestão para empreendedores locais, que proporcionem melhor desempenho em suas atividades produtivas, além de fomentar novas oportunidades de negócios. Maior investimento greenfield em níquel no Brasil Em construção em Conceição do Araguaia, sudeste do Pará, o Projeto Araguaia Níquel é o maior investimento greenfield em níquel no Brasil. Com vida útil da mina de 28 anos, a Linha 1 vai produzir 14.500 toneladas por ano de ferroníquel por ano para abastecer o mercado de aço inox. Em março deste ano, foi assinado contrato para Estudo de Viabilidade da Linha 2, visando dobrar a produção de níquel para 29.000 toneladas por ano. Espera-se que o Estudo de Viabilidade da Linha 2 demonstre uma vida útil da mina de mais 25 anos. A Linha 2 proporcionará maior flexibilidade de produção, menor intensidade de capital e maiores margens operacionais. A expectativa é que o estudo de viabilidade seja concluído no segundo semestre deste ano. Atualmente, mais de 3,3 mil pessoas atuam na construção do Projeto Araguaia entre empregados diretos e indiretos, que está com 65% das obras concluídas, com o primeiro metal previsto para o primeiro trimestre de 2024. No início de julho/23, o Projeto Araguaia recebeu a Autorização de Comissionamento da Atividade de Extração Mineral. O documento foi emitido pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (SEMAS) e permite que a Horizonte comece a extração de minério, com o trabalho inicial em andamento para formar estoque antes da fase de comissionamento. Essa autorização permite à empresa lavrar, armazenar e classificar o minério, otimizando a consistência do minério que vai alimentar a planta, processo necessário para mitigar riscos durante o comissionamento. Projeto Vermelho de Níquel e Cobalto A Horizonte Minerals também é proprietária do Projeto Vermelho de Níquel e Cobalto, no município de Canaã dos Carajás, no estado do Pará, que está em fase de estudo de viabilidade. A conclusão do estudo está prevista para 2024.

Mineração no Pará O estado do Pará vive um processo de expansão e crescimento da mineração. De acordo com o Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral), nos próximos anos, diversas empresas deverão investir cerca de R$ 36 bilhões em diferentes projetos no estado.

Produção de níquel A produção mundial de níquel atualmente é de aproximadamente 3 milhões de toneladas por ano. A expectativa é que, até 2040, a produção cresça e atinja a marca de 5,4 milhões de toneladas/ano e a demanda ultrapasse 7,5 milhões de toneladas/ano (dados da Mineral Intelligence 2022). Com produção prevista para 2024, a Horizonte Minerals detém o principal investimento em níquel em terras brasileiras, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM).


Fonte: Conexão Mineral

0 comentário

Comentarios


bottom of page