top of page

Grupo Pilar Gold adquire Mina Tucano e prevê retomada

A Mina Tucano, em recuperação judicial desde setembro de 2022, deve retomar operações no quarto trimestre de 2023



A Tucano Gold Inc., uma nova companhia criada no Canadá e que faz parte do Grupo Pilar Gold, assinou um acordo com a Great Panther Mining Ltd para a aquisição de 100% das ações da Mina Tucano Ltda. e 100% das ações da Tucano Resources Mineração Ltda. A Mina Tucano, em recuperação judicial desde setembro de 2022, deve retomar operações no quarto trimestre de 2023, objetivando tornar-se a maior empregadora do Estado do Amapá. A estratégia de compra da mineradora contempla ainda um plano para pagamento de todos os credores.


A Mina Tucano, que foi adquirida pela Great Panther Mining em 2019, já produziu mais 1,5 milhão de onças de ouro desde a sua inauguração, em 2005, com produção média anual de 134 mil onças, de 2014 a 2020. Em 2022, até a interrupção das operações, foram 60 mil onças. Um relatório da Great Panther, de junho de 2022, mostra reservas comprovadas e prováveis de 12,9Mt a 1,59 g/t para 656.000 onças do minério.


A operação de compra ainda está sujeita à aprovação do Plano de Recuperação Judicial, bem como ao acordo com alguns outros credores, mas a Mina Tucano informa que já obteve apoio da grande maioria deles.


O grupo da Pilar Gold recebeu mais de 50 milhões de dólares canadenses em investimentos, valores que possibilitaram a construção de uma mineradora “júnior” de ouro. A companhia também está confiante na atração de novos fundos substanciais, em discussão com vários grupos de investimentos.


De acordo com a empresa, seu crescimento vem sendo alcançado sem a necessidade de assumir grandes linhas de endividamento, o que, segundo ela, geralmente é a razão pela qual grandes minas enfrentam problemas. O plano de desenvolvimento envolve, além da retomada das atividades na mina do Amapá, as operações da Pilar Gold em Goiás e o reinício da maior usina de ouro da Europa na Finlândia ainda este ano (Laiva Gold).


A experiência da Pilar Gold em mineração subterrânea será essencial, pois a Mina Tucano irá desenvolver o seu projeto subterrâneo de alto teor em Urucum Norte. Entre 2020 e 2022, a empresa perfurou cerca de 29.000 metros em Urucum Norte para definir o plano da mina, que possui um teor de recuperação esperado de 5 g/t.


A partir agora, o foco principal da Tucano Gold, como informam os controladores, é garantir que os credores recebam um plano de pagamento justo e sustentável e trazer o maior número desses fornecedores de volta ao trabalho com a Tucano neste e no próximo ano, para a retomada e crescimento das operações, que gerarão prosperidade na região e valiosos impostos para o Estado do Amapá.


Fonte: Brasil Mineral


0 comentário

Comments


bottom of page