top of page

Governo Lula intensifica articulação para indicar Mantega à presidência da Vale


O governo do presidente Lula está intensificando seus esforços para colocar o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, no comando da Vale.


Na quarta-feira, 24, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, contatou conselheiros da empresa em defesa da escolha de Mantega para a presidência da companhia pelo comitê de acionistas.


A reunião do grupo está marcada para a próxima terça-feira, 30, para deliberar sobre a sucessão na mineradora. De acordo com fontes do Estadão, Lula busca que Mantega exerça um papel de destaque na gestão da empresa, com influência ativa, e não apenas um papel secundário.


Lula quer Mantega na Vale


Mantega ocupou o cargo de ministro da Fazenda de 2006 a 2014. Enquanto uma opção intermediária foi delineada para acomodar os interesses dos acionistas privados, a prioridade do Planalto é fortalecer Mantega na disputa.


A operação para emplacar Mantega na presidência da companhia é considerada de alto risco no conselho de acionistas, devido à improvável eleição do ministro pela maioria.


A Vale, privatizada em 1997, opera como uma “corporation”, onde nenhum acionista possui mais de 10% da empresa. Com a pressão crescente do governo, os acionistas estão desconfortáveis e preocupados com possíveis interferências políticas.


O presidente Lula não está satisfeito com a falta de iniciativa de Eduardo Bartolomeo, atual presidente da Vale, em buscar uma aproximação com seu governo.


O executivo, nos últimos meses, tem ampliado suas atividades políticas, participando de reuniões com autoridades como o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e da Casa Civil, Rui Costa.


Fonte: Minera Brasil

0 comentário
bottom of page