Exportações de minério de ferro têm queda de 4,93% de janeiro a setembro



As exportações de minério de ferro registraram queda de 4,93% de janeiro a setembro de 2020 se comparadas com igual período do ano anterior. De acordo com dados divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria da Extração do Ferro e Metais Básicos (Sinferbase), o volume deste ano foi de 211,8 milhões de toneladas contra 222,8 milhões de toneladas na mesma base de comparação.

O relatório mostra que a Vale e suas coligadas foram responsáveis por 194,3 milhões de toneladas e a Anglo American por 17,5 milhões. Se comparado apenas o mês de setembro, houve ligeira alta. Foram 28,6 milhões de toneladas de minério de ferro exportadas, contra 27,2 milhões do mesmo mês de 2019.

O porto que mais exportou minério de ferro foi o de Ponta da Madeira, no Maranhão, que escoa a produção da Vale, segundo o levantamento. Foram 132,7 milhões de toneladas de janeiro a setembro deste ano. Apenas no mês de setembro, o volume no porto foi de 18,7 milhões de toneladas.

Já em relação às vendas para o mercado nacional realizadas pela Vale, o Sinferbase informou que foram de 16,2 milhões de toneladas de minério de ferro de janeiro a setembro deste ano, contra 19,2 milhões de toneladas de 2019, uma queda de 15,35%.

O sindicato ressalta que os números divulgados pelo levantamento correspondem apenas aos dados informados pelas empresas associadas e que, por isso, existe uma diferença em relação aos dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.