Especialistas revisam norma sobre variação de qualidade do minério de ferro



Representantes da área técnica do Comitê para a Normalização Internacional em Mineração do Instituto Brasileiro de Mineração (Conim/Ibram), da Fundamentum e das mineradoras Vale, Samarco, Kymi e ArcelorMittal se reuniram para revisar a Norma ISO 3084.

Segundo o Ibram, esta norma especifica os métodos experimentais para o fornecedor (ou consumidor) estimar estatisticamente o grau de heterogeneidade do minério, denominada variação de qualidade, em um lote do produto que pode ser o minério embarcado em determinado navio ou trem, por exemplo.

"Essa variação não pode exceder os limites contratuais, especialmente para de Fe, SiO2, granulometria e umidade", explica o Ibram.

O grupo de trabalho, sob a coordenação da engenheira Liana Joncew, concluiu que será necessário proceder uma revisão mais substancial da Norma ISO 3084 e preparar uma nova versão.

De acordo com o Ibram, o Brasil vai propor essa nova versão para avaliação dos demais países participantes do Comitê Técnico da ISO para Minério de Ferro (TC 102) na próxima reunião, prevista para 2022.

0 comentário