top of page

Ero Copper pode investir até US$ 389 milhões em 2023 no Pará e na Bahia

Investimentos serão direcionados para o projeto Tucumã, no Pará e expansão da Caraíba, na Bahia


A Ero Copper registrou recordes de produção de cobre e ouro em 2022, o que lhe permitiu obter um lucro bruto (Ebitda ajustado) de US$ 208,6 milhões no ano e um lucro líquido de US$ 83,5 milhões. A produção de cobre alcançou 46,371 mil toneladas, enquanto o volume de produção de ouro ficou em 42,669 mil onças. A meta de produção de cobre para o ano era de 43 mil a 46 mil toneladas, enquanto a de ouro variava de 39 mil a 42 mil onças.


Os gastos de capital da empresa ficaram um pouco abaixo de US$ 300 milhões em 2022, menos que a orientação, que era de US$ 308 milhões a US$ 354 milhões, basicamente devido ao adiamento da data de entrega do poço vertical externo que está em construção na mina de Pilar. Os principais investimentos da empresa são a expansão da mina e da planta de Pilar, na Bahia, e o projeto Tucumã, no estado do Pará.


“No projeto Tucumã, nós alcançamos, no final do ano, 20% da construção e estamos avançados nas atividades de pré-stripping (abertura da mina). Como resultado desses esforços, estamos em condições de começar o lançamento de concreto para as fundações da planta”, disse David Strang, CEO da companhia.


Ele acrescentou que na mina de Pilar foi feita a revisão do cronograma de instalação do poço externo, motivada pelo sucesso do projeto Honeypot e atualização do plano estratégico de vida útil da mina. O projeto Honeypot possibilitou que a adição de subníveis no plano de lavra permitiu manter altas margens, alongando o perfil de gastos durante a construção do shaft, já que a data de entrega foi postergada em aproximadamente nove meses.


Strang também disse que, “dada a escassez de novos projetos de cobre em desenvolvimento e antecipação da extraordinária demanda gerada pelos esforços de descarbonização, o prazo para nossos planos de crescimento em curto prazo é altamente favorável. Nessas condições sem precedentes de mercado e com nossa liquidez de US$ 470 milhões em fevereiro de 2023, nos mantemos focados em entregar esses planos de crescimento”. Assim, os planos de investimento para 2023, anunciados em fevereiro, estão mantidos e devem alcançar entre US$ 342 milhões e US$ 389 milhões.


Os gastos de capital, incluindo programas de exploração consolidados, incluem: US$ 150 milhões a US$ 165 milhões para a construção do Projeto Tucumã; US$ 80 milhões a US$ 90 milhões para entregar projetos sob a iniciativa Pilar 3.0, incluindo a expansão da planta e a construção do novo poço externo na Mina Pilar; e US$ 31 milhões a US$ 40 milhões em despesas exploratórias consolidadas, que incluem uma alocação significativa de perfuração para o programa de exploração de níquel Caraíba, em andamento.



Fonte: Brasil Mineral , assine e tenha acesso a um vasto coteúdo de notícias do setor mineral

0 comentário

Yorumlar


bottom of page