Equinox conclui aquisição da concorrente Premier Gold Mines

A Equinox Gold concluiu a aquisição, por US$ 59 milhões, da concorrente Premier Gold Mines. Com a conclusão do negócio, a Equinox acrescenta ao seu portfólio o projeto de ouro Hardrock pronto para construção em Ontário, Canadá, a mina de ouro Mercedes, já em produção no México, e os projetos de ouro Hasaga e Rahill-Bonanza, também em Ontário.


Em comunicado ao mercado na quarta-feira (7), a Equinox informou que alterou o nome de Hardrock para Greenstone, "um nome que é bem conhecido na região e apoiado localmente".

Além disso, a companhia anunciou também a criação da i-80 Gold, empresa que vai deter os projetos de ouro da Premier em Nevada, EUA. A Equinox possui 30% do capital da i-80 Gold.

Com a operação, os acionistas da Premier Gold receberão 0,1967 ação da Equinox e 0,4 ação da i-80 Gold para cada ação Premier.

"Com Mercedes e Greenstone em nosso portfólio, a Equinox agora tem oito minas em operação e uma das maiores reservas de ouro, todas nas jurisdições amigáveis à mineração de Ontário, Califórnia, México e Brasil", observou o diretor-executivo da Equinox, Christian Milau. O portfólio foi composto também com a aquisição da Leagold, concluída em março do ano passado.

Das outras sete minas, quatro estão no Brasil: Aurizona, no Maranhão; Fazenda, na Bahia; RDM, em Minas Gerais; e Pilar, em Goiás. A companhia possui ainda Mesquite e Castle Mountain, nos EUA, e Los Filos, no México.


"Temos um perfil de crescimento forte de curto prazo com a construção de nossa mina de Santa Luz em andamento, a construção de Greenstone planejada para começar em 2021 e projetos de expansão significativos em Los Filos e Castle Mountain. Esperamos desenvolver Greenstone com Orion como nosso parceiro, integrando a Mercedes em nosso portfólio de produção de minas e sendo um acionista substancial e solidário da i-80 Gold", declarou Milau.

O diretor-executivo da i-80 Gold, Ewan Downie, por sua vez, observou que os acionistas da Premier "se beneficiarão da combinação com a Equinox e sua capacidade financeira para avançar no desenvolvimento de nosso principal projeto Greenstone".


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário