Empresas do Maranhão já faturaram mais de R$ 230 milhões com a Vale este ano


Mesmo diante de um cenário de queda da economia em decorrência da pandemia do novo coronavírus, 140 empresas maranhenses faturaram R$ 233 milhões em negócios com a Vale no primeiro semestre deste ano. É no Estado que está o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, um dos portos usados pela Vale para embarque de minério para venda na China.

As negociações com a mineradora nos seis primeiros meses de 2020 representam um crescimento de 57% em relação ao mesmo período do ano passado. A empresa investiu R$ 1,1 bilhão em compras locais e outros R$ 2,5 bilhões em compras para operações e projetos no Maranhão.

Dentre as empresas locais que fecharam negócios com a Vale, estão as fabricantes de máscaras de proteção, que tiveram seus negócios impulsionados com a aquisição de quase 800 mil unidades do produto.

Empregos e impostos

A Vale também gerou 516 novas oportunidades de emprego no Maranhão nos últimos seis meses e encerrou o período com 11,4 mil empregados próprios e terceirizados. Isso corresponde a uma massa salarial - que é a soma dos salários e benefícios pagos pela empresa - de R$ 321 milhões.

Em relação ao recolhimento de impostos, a empresa repassou R$ 167 milhões em impostos (ISS e ICMS) ao poder público de janeiro a junho. Um crescimento de 66% em relação ao mesmo período de 2019.


Sustentabilidade

Nas áreas de educação, saúde básica e geração de renda, R$ 15 milhões foram investidos pela Vale e Fundação Vale em projetos sociais voluntários no primeiro semestre do ano. A empresa também fez uma doação de R$ 8 milhões em equipamentos ao Corpo de Bombeiros do Maranhão.

Os trens da Estrada de Ferro Carajás são semiautomáticos, o que diminui no consumo de combustível reduzindo consequentemente a emissão de carbono. A empresa analisa ainda fazer uso do óleo vegetal, um combustível renovável, na fabricação de pelotas e de fontes micro-ondas no processo de secagem das pilhas de minério de ferro antes de embarcarem nos navios.

Covid-19

A empresa implantou um hospital de campanha em Açailândia com 60 leitos, concedeu, por três meses, 10 ambulâncias com estruturas de UTIs móveis, e realizou, por meio do projeto Ciclo Saúde, ações educativas nas Unidades Básicas de Saúde.

A Vale forneceu também mais de 7,2 milhões de EPIs, 124 mil itens de material de limpeza hospitalar, 59 mil testes rápidos para Covid-19, 12 mil litros de álcool gel 70% e 1,5 mil equipamentos de uso médico. Para o Governo Federal, foram doados mais de 5 milhões de testes rápidos para Covid-19 e 15,8 milhões de EPIs. Ao todo, a Vale investiu R$ 470 milhões em ações de enfrentamento ao novo coronavírus no Brasil. As informações são do O Imparcial.

SINDIMINA - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Extração, Pesquisa e Benefício de Ferro, Metais Básicos e Preciosos de Serrinha e Região

Rua Macário Ferreira, nº 522 - Centro - Serrinha-BA     / Telefone: 75 3261 2415 /  sindimina@gmail.com

Funcionamento :  segunda a sexta-feira, das  8h às 18h.