top of page

Empresas de Mineração sinalizam bom desempenho de seus negócios

Pesquisa de Sondagem do Setor Mineral da ABPM constata apetite das empresas em realizar investimentos no Brasil



Pesquisa de Sondagem Empresarial do Setor Mineral, realizada pela ABPM, mostra as percepções do setor sobre a economia brasileira. O estudo coletou dados de demanda por produtos e serviços, expectativa de contratação de pessoal, faturamento, investimentos, financiamento e gargalos que dificultam o desenvolvimento da mineração no país.


Sobre investimento para aumento da capacidade produtiva, 77% pretendem investir nos próximos 12 meses. 12% indicaram um alto nível de investimento. Em relação a Investimentos em pesquisa mineral, 8,3% disseram que investirão muito, 19,8% manterão o nível de investimento, 24% investirá pouco. 5,2% das empresas indicaram a redução dos investimentos em pesquisa mineral e 8,3% indicaram que não realizarão investimentos.



Para bancar os investimentos, 30,5% disseram que não irão buscar fontes de financiamento para os seus empreendimentos nos próximos 12 meses. O capital próprio surge como principal alternativa para financiamento da mineração (48,4%), seguido do financiamento bancário (24,2%).


Sobre a situação atual da economia brasileira, 45,8% dos participantes da pesquisa tem uma percepção de desempenho regular; enquanto 37,6% indicaram uma percepção negativa. Para o futuro, a percepção de desempenho regular ainda se mantém como a perspectiva majoritária (35,5%).


Quanto ao desempenho das empresas, apesar da Sondagem mostrar uma percepção da economia brasileira majoritariamente regular, o desempenho previsto para empresas foi bem mais otimista. O desempenho dos empreendimentos majoritariamente vistos como positivo (43,6% Bom e 4,3% Excelente). Desempenho Regular foi revelado em 41% das respostas.


Em relação a demanda por serviços ou produtos das empresas os participantes da Sondagem têm uma percepção majoritariamente positiva (13,5% excelente e 42,7% como bom). Percepção negativa minoritária (1,1% péssimo e 10,4% ruim). Para o futuro os empresários do setor estão otimistas. Percepção majoritariamente positiva se mantém para perspectiva futura (17,9% excelente e 47,4% como bom).



Com relação ao cenário da economia mineral internacional para seus negócios, o empresariado tem uma percepção majoritariamente positiva (8,6% excelente e 50,5% bom). Percepção de um cenário regular para 28% dos respondentes. Percepção negativa minoritária (12,9% ruim).


Esse otimismo se reflete na expectativa de contratação de pessoal, onde 28,2% das empresas indicaram a ampliação de suas equipes; 4,2% terão um aumento substantivo. Apenas 6,3% das empresas respondentes indicaram a redução das equipes.


Os principais gargalhos do setor apontados pelos participantes da pesquisa se relacionam a atuação governamental: insegurança jurídica (56,3%), burocracia (45,8%) licenciamento ambiental (44,8%); ineficiência da ANM (27,1%) e carga tributária (27,1%) são principais problemas enfrentados pelo setor.


Para ter acesso a Pesquisa de Sondagem acesse:




Fonte: Minera Brasil

0 comentário

Comments


bottom of page