Dez países ricos em ouro produzem 1.950 toneladas em 2020

Dez países ricos em ouro selecionados mineraram cumulativamente 1.950 toneladas do metal em 2020, de acordo com dados pesquisados pela Trading Platforms UK. A quantidade foi uma ligeira queda de 3% em relação às 2.012 toneladas mineradas em 2019.


O levantamento mostra que, nos dois anos, a China produziu 380 toneladas de ouro e se manteve no topo da lista. A Austrália aparece em segundo, com 320 toneladas de ouro em 2020, número um pouco inferior do produzido em 2019, com 325 toneladas.

A Rússia está em terceiro, com 300 toneladas em 2020, uma queda em relação às 325 toneladas extraídas em 2019. Os Estados Unidos estão em quarto lugar com 190 toneladas extraídas em 2020, enquanto em 2019 o país produziu 200 toneladas. O Canadá encerra o top 5 com 170 toneladas em 2020, com a produção de 175 toneladas no ano anterior, aponta o ranking.

Depois dos canadenses, os dados mostram Gana, em sexto, com 140 toneladas mineradas no ano passado, uma ligeira queda sobre as 142 toneladas de 2019. Em sétimo, aparece a Indonésia, que extraiu 130 toneladas de ouro em 2020 e 139 toneladas um ano antes.

Ainda segundo o levantamento, o Peru ocupa o oitavo lugar, tendo minerado 120 toneladas em 2020, e em 2019, 128 toneladas. O Cazaquistão é o nono, com a extração de 100 toneladas no ano passado e 107 toneladas em 2019, e o México fecha o top 10, com 100 toneladas de ouro extraído em 2020 e 111 toneladas produzidas no ano anterior.

"O ano também foi caracterizado pelo ouro batendo um recorde de alta de preços em agosto. O novo nível de preço significava que os lucros para os mineiros também seriam altos. Possivelmente, isso pode ser um fator motivador que alimentou mais atividades de mineração durante o terceiro e o quarto trimestre, à medida que os produtores se esforçavam para colher", destaca um trecho do relatório.


"Embora os preços do ouro tenham atingido um recorde, isso não se traduz automaticamente em um aumento na atividade de mineração de ouro. Além disso, um novo preço alto de todos os tempos aumentou a demanda pelo metal precioso à medida que os consumidores se concentravam em investimentos de longo prazo como uma reserva de valor", finaliza o documento.


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil

0 comentário