Desafio da Vale, BHP e Rio Tinto recebe inscrições de 430 empresas

O Charge On Innovation Challenge, desafio de inovação aberta lançado em maio pela Vale, BHP e Rio Tinto, recebeu 430 inscrições de empresas de 19 setores e organizações. Outras 21 mineradoras se juntaram à iniciativa como patrocinadoras. O período de inscrição terminou no último dia 31 de julho.


A competição global tem o objetivo de atrair profissionais de inovação e tecnologia de todos os setores para desenvolverem conceitos e soluções para os sistemas de eletrificação de caminhões de transporte em grande escala.

O desafio está sendo conduzido pela Austmine, associação de equipamentos, tecnologia e serviços de mineração da Austrália (METS, na sigla em inglês). As três mineradores anunciaram, recentemente, que pretendem se tornar carbono neutro em 2050.

"Além de reduzir significativamente as emissões na mineração de superfície, o desafio também promove um mercado emergente de soluções para o setor, acelera sua comercialização e integra inovações de outras indústrias", informa a Vale.

De acordo com a companhia, a tecnologia disponível no mercado não atende à mudança desejada pelas empresas, uma vez que os sistemas de carregamento estacionários requerem um tempo considerável para carregar caminhões grandes, o que resulta em perda de produtividade significativa.

"A indústria de mineração precisa de conceitos de carregamento rápido em escala de vários megawatts, capazes de fornecer cerca de 400 kWh para carregar (e impulsionar) um caminhão dentro do ciclo de transporte do caminhão (carga, deslocamento, despejo, retorno e fila)", explica a companhia.


As patrocinadoras, com o apoio da Austmine, avaliarão as propostas no próximo mês e selecionarão uma lista de fornecedores para apresentarem formalmente suas soluções. No final da fase de pitch (apresentação do produto), os clientes precisarão identificar os conceitos com maior possibilidade de aplicação, fornecendo uma geometria padrão que permita aos carregadores fazerem a manutenção de caminhões de diferentes fabricantes. Os primeiros conceitos podem estar prontos para os testes no local nos próximos anos.

"Estamos muito felizes com os resultados da primeira fase do projeto. Ainda é cedo para falar sobre o sucesso do desafio, mas é claro que o setor atingiu um novo patamar. Trabalhamos juntos em uma agenda de sustentabilidade comum e trabalharemos coletivamente para atingir nossos objetivos, ganhando segurança e velocidade em nosso caminho para a mineração de baixo carbono", afirma o líder do projeto Charge On Innovation Challenge da Vale, Mauricio Duarte.

Segundo Scott Davis, líder do projeto Charge On Innovation Challenge da BHP, o desafio é um grande exemplo do atual trabalho colaborativo que está sendo feito pela indústria de mineração na busca de soluções para descarbonizar as frotas de mineração. "O Charge On atraiu o interesse de empresas localizadas em mais de 20 países, mostrando o alcance verdadeiramente global da oportunidade de ajudar a reduzir as emissões dos caminhões de transporte", disse.

John Mulcahy, líder da Rio Tinto para o Charge On Innovation Challenge, informou que 21 empresas de mineração, todas focadas na redução das emissões de carbono, se juntaram como patrocinadoras. "Juntos, estamos incentivando os inovadores de tecnologia a nos ajudar a introduzir soluções de eletrificação para caminhões de transporte em grande escala. Quanto mais cedo colocarmos essas tecnologias no mercado, mais cedo poderemos introduzi-las em nossa frota e reduzir as emissões", completou.


Fonte: Notícias de Mineração do Brasil



0 comentário