top of page

Complexo de Salitre da EuroChem recebe licença para operar

O Complexo recebeu investimentos da ordem de US$ 1 bilhão e contribuirá com a redução da dependência de importações



O Conselho Estadual de Política Ambiental de Minas Gerais concedeu licença de operação para a planta química do Complexo Mineroindustrial de Serra do Salitre, da EuroChem, que produzirá cerca de um milhão de toneladas de fertilizantes fosfatados por ano, ou 15% da produção nacional deste insumo. O Complexo de Salitre recebeu investimentos da ordem de US$ 1 bilhão e contribuirá com a redução da dependência da agricultura brasileira à importação de fertilizantes, hoje em cerca de 85%.


A unidade em Minas Gerais é a primeira de mineração do Grupo EuroChem fora da Europa e vai integrar, também, atividades de produção, logística e distribuição de fertilizantes fosfatados. Na projeção de geração de renda local, a companhia prevê envolver mais de 1,2 mil colaboradores, com atuação direta e indireta na operação. Durante a obra, cerca de três mil profissionais trabalham na unidade. “A licença de operação é uma etapa fundamental para o Complexo que vai transformar a EuroChem em um player importante na produção de fertilizantes, no Brasil e na América do Sul. Este resultado evidencia a confiança da sociedade em nosso negócio, que está em linha com o Plano Nacional de Fertilizantes e contribui, portanto, com o fortalecimento da competitividade do setor e com a soberania alimentar do país”, assegura Gustavo Horbach, diretor-presidente da EuroChem na América do Sul.


A aprovação ocorreu durante a 84ª Reunião Ordinária da Câmara de Atividades Industriais do colegiado do Conselho Estadual de Política Ambiental de Minas Gerais e formaliza, dentre outras, a liberação para o início das atividades operacionais das plantas químicas de ácido sulfúrico e de ácido fosfórico, fundamentais para a produção dos fertilizantes.



Fonte: Brasil Mineral

0 comentário
bottom of page