top of page

Cobre: Paranapanema pede recuperação judicial em SP

A empresa informa que recorreu à Recuperação Judicial após registrar dificuldades de crédito junto a fornecedores de matérias-primas e insumos.


Paranapanema e suas controladas - Centro de Distribuição de Produtos de Cobre Ltda (CDPC) e Paraibuna Agropecuária Ltda. apresentaram pedido de Recuperação Judicial junto à 1ª Região Administrativa Judiciária da cidade de São Paulo. A medida protetiva tem o objetivo de reequilibrar a operação, restabelecer o fluxo de caixa e criar as condições para retomada sustentável dos negócios da empresa.


A Paranapanema informa que recorreu à Recuperação Judicial após registrar dificuldades de crédito junto a fornecedores de matérias-primas e insumos, além de enfrentar um incidente na planta da Caraíba Metais, em Dias d’Ávila (BA), em junho deste ano, que resultou na paralisação das operações por 38 dias, o que impactou o equilíbrio financeiro da operação. O processo de recuperação será conduzido pela consultoria Íntegra Associados, especializada em reestruturação de empresas. A gestão interina da Paranapanema será comandada pelo executivo Marcelo Milliet, sócio da Íntegra, que atuou recentemente no projeto de recuperação da Renova Energia. Com 40 anos de mercado, o executivo assumiu o posto de CEO e Diretor de RI da companhia em novembro de 2022. “A Recuperação Judicial foi precedida de negociações com fornecedores estratégicos que irão nos garantir o fornecimento de insumos e escoamento da produção”, diz Milliet.


Atualmente, a Paranapanema tem uma dívida já renegociada de R$ 2,6 bilhões junto a instituições financeiras, com garantias atreladas a direitos creditórios e ativos reais da companhia. O montante não integra o pedido de Recuperação Judicial apresentado à Justiça Paulista. A Recuperação Judicial solicitada pela Paranapanema tem como objeto negociar dívidas operacionais de R$ 450 milhões, de acordo com a capacidade de pagamento da empresa. “A Recuperação Judicial vai nos dar fôlego para retomar o fluxo normal de operações e garantir o abastecimento de mercado”, diz Milliet.


A Paranapanema declara que já iniciou ajustes para sanear a empresa ao ajustar a estrutura organizacional de seus colaboradores para adequar o quadro funcional à demanda projetada. O plano de recuperação poderá incluir também aumento de capital, com a negociação de eventual conversão de dívidas em ações da empresa, melhorias operacionais e venda de ativos não estratégicos. “A prioridade serão as dívidas trabalhistas e operacionais, para que possamos recuperar o ritmo de produção e vendas. Com o reequilíbrio da operação poderemos, então, fazer frente às dívidas financeiras”, afirma Milliet.


A Paranapanema possui três plantas industriais, das quais uma produz cobre refinado ou cobre primário, localizada no município de Dias d'Ávila (BA) - Caraíba Metais - e duas plantas de produtos de cobre e suas ligas, localizadas em Santo André (SP) e em Serra (ES) - Eluma.


Fonte: Brasil Mineral

0 comentário

Comments


bottom of page