Brazilian Nickel inicia a produção no Piauí

Foram criadas 215 vagas de trabalho, mais de 70% preenchidas pelos moradores das comunidades locais.




A empresa britânica de capital fechado Brazilian Nickel anunciou que a produção de níquel começou a partir do Projeto Níquel do Piauí após um período de construção e comissionamento de 18 meses.

O Projeto Níquel do Piauí é um projeto de metais de bateria em estágio avançado. As licenças ambientais chave (Licenças Prévias) foram concedidas para o projeto de maior escala que prevê a produção dos mesmos produtos de níquel e hidróxido de cobalto. Estes irão suprir o aumento esperado na demanda por esses metais, entre outros, baterias de veículos elétricos, nos próximos anos.


Com a produção de níquel iniciada, a empresa projeta 300 toneladas de níquel e 3 toneladas de cobalto para 2022, chegando a 1400 t de níquel e 35 t de cobalto em 2023.


Foram criadas 215 vagas de trabalho, mais de 70% preenchidas pelos moradores das comunidades locais.


O CEO Mike Oxley disse que, embora seja apenas uma empresa de mineração júnior de nove anos, com uma equipe e orçamento pequenos, operação foi um sucesso. “A produção de níquel e cobalto no Projeto Níquel Piauí é uma grande conquista”, disse. “Estamos particularmente orgulhosos de sermos um novo fornecedor de metais críticos neste ambiente atual, onde há uma necessidade crescente de um fornecimento seguro de níquel e cobalto, exigido em tecnologias verdes, como veículos elétricos e painéis solares”.

Anne Oxley , Diretora Técnica, disse que foi um grande passo para a Brazilian Nickel ao se tornar uma produtora de níquel laterítico. “Produzir níquel a partir de nosso processo de baixo carbono ajudará a corrida do planeta para combater as mudanças climáticas”, disse ela. "O produto vai alimentar a demanda cada vez maior de veículos elétricos."


Em 2016 e 2017, a Brazilian Nickel demonstrou com sucesso a lixiviação em grande escala, purificação e recuperação de níquel e cobalto do minério do Piauí. A empresa expandiu a planta de demonstração existente para desenvolver a operação.


Outros trabalhos devem ser concluídos no circuito de cobalto nos próximos quatro a seis meses. Como há muito menos cobalto no minério do que níquel, leva algum tempo para que os teores de cobalto em solução atinjam os níveis necessários para o início da produção de hidróxido de cobalto.


Durante a fase de construção, a companhia realizou reuniões regulares com os principais stakeholders e lideranças locais que desenvolveram um programa de treinamento que foi oferecido a 120 participantes locais, dos quais 80 foram contratados para as operações.


Fonte: Brasil Mineral assine e tenha acesso a um vasto conteúdo de notícias do setor mineral

0 comentário