Barragem de rejeitos colapsa na África do Sul

Ao menos uma pessoa morreu outras 40 ficaram feridas. O número de desaparecidos ainda é incerto.



Uma barragem de mineração colapsou parcialmente em Jagersfontein, na província de Free State, África do Sul varrendo casas e carros na manhã deste domingo, matando ao menos uma pessoa e ferindo outras 40. O número de desaparecidos ainda é incerto.


O desastre ocorreu em uma barragem desativada de antiga mina de diamantes, forçando as autoridades a evacuar dezenas de moradores para fazendas próximas. A mina operou de 1870 a 1971, e pertenceu à De Beers, uma subsidiária da Anglo American, até o ano de 2010, quando foi vendida à Jagersfontein Development. Desde o fechamento da mina, a região passa por sérios problemas socioeconômicos.



Uma pessoa foi declarada morta depois que seu corpo foi encontrado, e 40 pessoas, incluindo uma mulher grávida e quatro indivíduos com membros fraturados, foram levadas a hospitais. Testemunhas afirmaram que nove casas foram varridas enquanto 20 foram completamente danificadas pelas inundações da barragem de rejeitos.


A inundação também danificou torres de telefonia celular, afetou fontes de água potável, interrompeu estradas e arrastou animais, levados pela onda de lama de rejeitos.


As causas ainda estão sendo apuradas, no entanto o incidente reforça sobre o perigo que podem representar as minas abandonadas e suas barragens desativadas.



Fonte: Brasil Mineral, assine e tenha acesso a um vasto conteúdo de notícias do setor mineral.

0 comentário